Anna vestida de sangue é sombria e intrincada, com um herói complexo

Anna Vestida de Sangue, primeiro livro da saga, conta a história do caçador de fantasmas Cas e a de Anna, um fantasma que espalha medo e até o momento nunca poupou ninguém.

Eu preciso caçá-la e matá-la, mas seu vestido branco, manchado de vermelho e pingando sangue esconde as coisas sobre as quais quero descobrir.” LOWOOD, Cas.

Theseus Cassio Lowood, ou simplesmente Cas, não é o típico adolescente comum, sua mãe é uma bruxa e ainda por cima ele tem um gato que fareja fantasmas. E claro, ele mata fantasmas para viver, algo que faz desde que seu pai foi brutalmente assassinado por um — o que pareceu natural para Cas, seguir os passos do seu pai, e ele ainda tem que acertar as contas com o bastardo que o matou.

Começamos a leitura presenciando o encontro entre Cas e o fantasma chamado Caronista do Distrito 12, que já fez com que muitas pessoas morressem. Ele morreu quando estava voltando para casa, para sua noiva.

Cas e sua mãe estão se mudando para Thunder Bay e seu objetivo é matar Anna Korlov, conhecida como Anna vestida de sangue. Cas e sua mãe estão sempre se mudando, então ele a chama de Bruxa Móvel, pois ela ganha a vida lendo cartas de tarô e fazendo limpeza astral pelo telefone e também vende artigos de ocultismo pela internet.

Anna foi assassinada em 1958 e ninguém sabe por quem e por que.

Cas chega a cidade e começa a frequentar a escola e logo procura a garota mais popular, pois é ela que vai poder lhe dar mais informações sobre Anna. Logo Cas fica sabendo que todos tem medo de Anna, pois ela matou toda a família de um pescador que comprou a casa onde ela morava. A polícia não investigou o caso, apenas interditou a casa e agora Cas quer saber onde ela mora.

Cas, Carmel, Mike e Chase resolvem ir até a casa de Anna e lá Cas, Mike e Chase entram na casa e Mike ataca Cas com uma tábua. Eles encontram Anna e o encontro não é nada agradável para Mike, e Cas fica intrigado por Anna ter apenas colocado ele para fora, já que ela mata todos que entram na casa.

Cas volta a casa sozinho e determinado a matar Anna, mas essa não será uma tarefa fácil, ela fala com ele e diz que nunca deixará que ele a mate. Por um momento ele fica desnorteado quando percebe que ela sabe que está morta, muitos dos que ele matou não tinham essa noção. Anna é forte e determinada a continuar na casa, ela sabe que mesmo deixando Cas matá-la não terá paz, não depois de tudo que fez, de ter ferido mortalmente tantas pessoas. Em alguns momentos ela passa certa amargura e tristeza, pois nunca quis morrer. Cas está cada vez mais próximo de Anna e ele fica encantado quando ela está na forma de menina normal, ele se sente de alguma maneira atraído por ela e ao mesmo tempo sente repulsa por sua forma de deusa da fúria. Ele quer descobrir o que aconteceu com ela, de onde vem toda a sua força.

Anna é uma menina que parece triste, sozinha e que sabe que o que fez não é certo, mas não consegue parar. Pelo visto sua adolescência não foi tão boa. Tudo que aconteceu é revelado e enquanto lia já imaginava quem a tinha matado, fiquei horrorizada com tanto ódio e desprezo e como a menina era tratada.

Cas, Thomas e Carmel se tornam muito amigos e aos poucos Cas pensa em ficar mais tempo ali naquela cidade, ter uma vida normal, com amigos, estudos e Anna.

Os últimos capítulos trazem uma reviravolta interessante que me encheu de adrenalina. Eles precisam correr contra o tempo para que Cas continue vivo.

Eu gostei muito dos personagens, eles vão crescendo conforme a história vai evoluindo e é muito legal ver o quanto Cas começa se sentir a vontade de ter os amigos ajudando-o, pois ele sempre fez tudo sozinho e em muitos momentos se sente culpado por fazer os amigos adentrarem nesse mundo sombrio.

A leitura não foi tudo que eu esperava, a capa passa um ar de terror, mas a leitura não tem nada disso, o livro é um YA que sei que vai agradar muitos leitores, mas se você está pensando em ler algo assustador esse não é o livro mais indicado. A trama e o desenrolar da história é interessante, mas senti falta daquele frio na barriga, daquele momento em que você para a leitura e olha para os lados para ver se tudo em volta está normal.

A autora criou uma trama bem interessante e bastante envolvente, quando vi o livro imaginei que a história seria narrada por Anna que ela era o centro de tudo, mas não, a história é narrada por Cas e embora a procura por Anna e o seu envolvimento com a história dela, tudo parece ser mais uma distração para o verdadeiro inimigo de Cas, que só aparece nos últimos capítulos.

Anna Vestida de Sangue

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Personagem afeminado de Cavaleiros do Zodíaco será mulher em remake da Netflix.

Confira o que achamos da versão ilustrada de Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban em português.

Wanessa tá de clipe novo. E o clipe define o que "é ruim mas é bom".

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!