Arrow 4×22 — Lost In The Flood

Lost In The Flood teria sido um ótimo episódio se não fosse tão irritante.

As pessoas ainda precisam ser salvas. Elas precisam de esperança.” QUEEN, Oliver

Estava tudo lá, a trama estava bem organizada, as cenas de ação estavam perfeitas e os alívios cômicos não estavam forçados. No entanto é compreensível que Lost In The Flood tenha deixado alguns fãs irritados. Afinal, houve certa falta de coerência na relação entre os personagens.

Falta de coerência no sentido que Oliver prometeu fazer o que fosse preciso para vencer Damien, mas parece que essa promessa se estende apenas até o vilão principal, por isso Malcolm Merlyn segue sua saga paralela e como uma barata continua sobrevivendo a tudo, ninguém ficaria impressionado se ele sobrevivesse inclusive a uma explosão nuclear.

O personagem que já vem fazendo hora extra há muito tempo, além de responsável pela baixa mais recente do team Arrow, já provou para todo mundo que jamais deixará de ser vilão. Então já é esperado que Oliver acabe com a vida de Malcolm de uma vez por todas, mesmo que isso lhe custe mais um pedaço de sua alma. Assim como Diggle fez com Andy, seria totalmente compreensível que o arqueiro matasse o mágico, por um bem maior. Quem mais precisa morrer por culpa do Merlyn para Oliver tomar essa decisão?

No mais o enredo voltou a se aproveitar da fuga da prisão de Darhk para reutilizar vilões do ano anterior. A estratégia é bem interessante, mas para uma série que parece se encaminhar para um lado mais “iluminado” da força, esse tipo de ação parece contradizer e criticar a decisão do arqueiro de não matar seus inimigos. Afinal se eles terão a oportunidade de continuar voltando para machucar outras pessoas porque eles mereceriam piedade? O tema também foi tratado na série Demolidor da Marvel, mas nem de perto Arrow consegue trabalhar o assunto de forma apropriada. Na verdade, o assunto chegou a ser negligenciado se analisado com atenção.

Mesmo com tantos problemas de execução, Lost In The Flood foi um ótimo episódio, pois prepara o terreno para uma season finale que tem tudo para ser grandiosa, basta conferir o trailer no fim do post para ter noção do que está por vir.

Toda a trama envolvendo o resgate de Thea e a destruição da “arca” de Darhk, a parceria de Felicity, Noah e Curtis, mais a participação de Donna/Mama Smoak, que é sempre bem-vinda ficou bem desenvolvida, terminando de forma desesperadora para os fãs, principalmente porque vemos na promo de Schism que Felicity não aparece. No entanto Damien conseguiu lançar ao menos uma bomba atômica, o que nos leva a crer que a moça o ajudou a fazer isso.

Até a fuga de Anarky foi interessante, pois promete uma interação entre Thea e o personagem no futuro, ou não, mas depois de tanto martelarem essa relação é difícil acreditar que os produtores vão acabar com o personagem logo agora. Vale lembrar que inclusive a fuga de Lonnie foi um tanto absurda, pois ele venceu o trio Green Arrow, Spartan e Speed, então se os produtores estão tão desesperados assim para salvar o personagem quer dizer que ele ainda tem história para contar.

Se serviu de consolo para alguém, ao menos Ruvé encontrou o fim que merecia. A morte da personagem foi conveniente para despertar uma fúria incontrolável em Darhk, mas até esse ponto ninguém se importa com o motivo, desde que a personagem permaneça morta.

Não se esqueça de nos contar o que achou de Lost In The Flood nos comentários e nos dizer quais são suas previsões para essa explosiva season finale. Deixe também sua nota para esse episódio em nosso placar e confira a promo de Schism.

[taq_review]

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Personagem afeminado de Cavaleiros do Zodíaco será mulher em remake da Netflix.

Confira o que achamos da versão ilustrada de Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban em português.

Wanessa tá de clipe novo. E o clipe define o que "é ruim mas é bom".

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!