Arrow 5×02 — The Recruits

Arrow segue a trilha para tentar substituir seu time original em The Recruits. Claramente a estratégia não está funcionando.

A vida não anda nada fácil para o Arqueiro Verde, depois que Speed e Spartan decidiram deixar o #TeamArrow. A morte da Canário também continua sendo um grande fardo para Oliver, mas toda essa trama envolvendo os novos recrutas ainda parece precipitada e infundamentada.

Isso, porque já é confirmado que Diggle vai voltar para o time, inclusive haverá uma otimizada no capacete ridículo que ele usou na temporada anterior. E os dias de Thea como assessora do prefeito estão contados, pois dificilmente, apesar das alegações nesse episódio, a personagem vai ser desperdiçada fazendo nada.

Como já comentamos aqui, os novos recrutas também não ajudam muito, os personagens sofrem por falta de originalidade e carisma. Não, nós não queremos dar uma chance para eles melhorarem, pois a inclusão deles na série tem soado extremamente forçada.

Um recruta inesperado, mas de certa forma bem-vindo, pois parece ser o melhor e mais útil personagem de todos os outros, foi Ragman. Esse personagem da DC foi apresentado pela primeira vez em 1976 em uma série curta de HQ’s com o nome dele. Desde então ele tem aparecido em diversos seguimentos da editora.

Sua origem é bem diferente do que foi apresentado na série, mas os poderes e inclusive o traje do personagem parecem bem fiéis.

O que não ficou claro é se Retalho absorve a alma das pessoas com seu traje, o que acontece nas HQ’s, quando ele estrangula alguém ele absorve a alma da pessoa que fica presa em sua roupa permitindo que ele canalize e utilize qualquer habilidade que aquele ser possa ter. É um poder um tanto macabro que acaba indo contra a política do Arqueiro de não matar os vilões.

A dinâmica do personagem no grupo também pode ser complicada, já que sua origem na série tem ligação direta com Felicity e o personagem pode querer culpar a moça pelo que aconteceu com ele.

Deixando os recrutas de lado, quem fez mais uma aparição sem muitas revelações foi Prometheus, o grande vilão dessa temporada, que antes do início do novo ano da série foi confundido com o Ragman pela semelhança do uniforme do vilão com o do herói nas HQ’s, já que o uniforme do Prometheus nos quadrinhos é bem diferente do que foi mostrado na série.

Ao que parece, Tobias Church vai seguir como um vilão de segundo plano, provavelmente ele ficará ali, na reserva, entre um episódio de enrolação e outro, enquanto Prometheus toca o terror de verdade.

E se os planos desse misterioso arqueiro forem um pouco parecidos com o que ele fez mais recentemente nas Hq’s Star City pode esperar mais catástrofes e mais mortes. Impressionante como as pessoas ainda moram lá.

Uma curiosidade sobre o novo vilão, é que ele foi quem cortou o braço de Roy Rarper/Arsenal nas HQ’s. Depois do ocorrido Prometheus acabou sendo morto pelo Arqueiro Verde e Arsenal ganhou um braço biônico feito pelo Cyborg.

Mesmo com a impossibilidade de incluir o Cyborg na série, seria legal se os roteiristas trouxessem Roy de volta e incluíssem essa trama na temporada. Já sabemos que Arsenal irá voltar para alguns episódios, mas ainda não há nada confirmado sobre seu papel contra o vilão desse ano.

Arrow - The Recruits

Agora só falta você nos contar o que está achando do quinto ano da série e dar uma nota para The Recruits em nosso placar. Antes confira a promo de A Matter Of Trust.

[taq_review]

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Personagem afeminado de Cavaleiros do Zodíaco será mulher em remake da Netflix.

Confira o que achamos da versão ilustrada de Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban em português.

Wanessa tá de clipe novo. E o clipe define o que "é ruim mas é bom".

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!