As músicas que tocaram em Stranger Things

Foreigner, Modern English, The Clash e The Bangles compõe a trilha sonora de Stranger Things, nova série (apaixonante) da Netflix.

Mais uma vez, a Trilha Sonora te leva numa viagem para os sons dos anos 80. Depois de conferirmos o que tocou na estreia de Dead of Summer, trouxemos as músicas usadas na série Stranger Things, drama de terror/ficção científica da Netflix.

Criada pelos irmãos Duffer, a série que foi lançada na última sexta-feira no serviço de streaming tem só oito episódios (dá pra assistir em três dias, dependendo do seu ritmo) e é simplesmente apaixonante. Sim, você vai cair de amores. Além de várias referências a termos bem nerds da década de 1980, a trilha sonora é bem caprichada — bem típico das produções da nossa amada Netflix.

Vem sem medo! Coloca o fone de ouvido, e curta nossa seleção de músicas de Stranger Things.

Heroes (Peter Gabriel)

David Bowie sempre vai ser lembrado quando o assunto for sobrenatural. Mas em Stranger Things, o que ouvimos foi a versão de Peter Gabriel para a música Heroes — que deixa de ser sensacional. Ela toca no terceiro episódio, Holly, Jolly, quando descobrem um corpo na pedreira e os garotos ficam desolados.

She Has Funny Cars (Jefferson Airplane)

O som descontraído de Jefferson Airplane tocou no episódio The Vanishing of Will Byers, quando Eleven — ou Onze, depende de como você quer chamá-la — se esconde na lanchonete (e detona um baldinho de batata frita… quem nunca?).

I Melt With You (Modern English)

I Melt With You, da banda Modern English, pode ser considerada atemporal. Se você tocar ela numa festa na sua casa hoje, vai se acabar assim como nos anos 80. A música toca na “festa” que Nancy comparece na casa de Steve — bem clássico de filmes dessa década, a mocinha querer chamar atenção do galã.

Should I Stay or Should I Go (The Clash)

Uma canção que é mais um meme pra gente — quem nunca viu por ai o “xurastei or xuraigo” — foi diversas vezes cantarolada nos episódios de Stranger Things. Um breve histórico, Jonathan a apresenta ao irmão, Will, com uma MIXTAPE em uma FITA K7! E o garotinho curtiu. Que bom gosto, não é?!

Nocturnal Me (Echo & the Bunnymen)

A banda inglesa Echo & the Bunnymen embalou um verdadeiro momento de tensão no episódio The Flea and the Acrobat. Bem nos minutos finais, Nancy consegue entrar no mundo invertido e acha o monstro, mas acaba se perdendo da saída. Por um segundo há de se acreditar que a mocinha já era.

Hazy Shade of Winter (The Bangles)

Tem coisa mais oitocentista que pop rock?! A girl band The Bangles foi uma das tantas da década de 80 que seguiu a linha das The Go-Go’s e ficou bastante conhecida pela música Eternal Flame. Em Stranger Things, as moças apareceram no episódio The Weirdo on Maple Street, quando Nancy “manda ver” com Steve, mas Barbara corria um perigo bem sinistro na piscina. Quem não gritou um “SAI DAI, GAROTA” nessa parte?

Waiting For A Girl Like You (Foreigner)

Quase um hino dos anos 80! Waiting For A Girl Like You tocou no episódio Holly, Jolly, no qual quase todas as cenas de Nancy tinham alguma referência à sua primeira vez com Steve. Mas será que ele é o garoto que ela esperava?

Só um gostinho, mas já dá para perceber que a trilha sonora de Stranger Things é um dos fatores que deixa a série ainda mais interessante. Faltou alguma música que você ouviu? Compartilhe com a gente nos comentários.

Até a próxima!

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Personagem afeminado de Cavaleiros do Zodíaco será mulher em remake da Netflix.

Confira o que achamos da versão ilustrada de Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban em português.

Wanessa tá de clipe novo. E o clipe define o que "é ruim mas é bom".

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!