BBB16: Ana Paula não pode ser eliminada. E os motivos são muitos.

Brasil tem a oportunidade de declarar em rede nacional a renovação de sua mentalidade. É pegar ou largar!

Toda a polêmica envolvendo os últimos ocorridos do BBB 16 são pertinentes e merecem os holofotes. Como bem disse Maurício Stycer, a vida real bateu sem entrar no programa. E deixou a porta escancarada. De um lado do paredão, a jornalista Ana Paula, 34 anos, de Minas Gerais. Contra ela, Laércio, 53 anos, do Paraná. Do outro lado da TV, uma chance do público mostrar o que realmente não pode ser tolerado.

Quando Laércio admite se relacionar com menores de idade (e usar o álcool para facilitar o processo) — diz ter fantasias com adolescentes e engole com os olhos as sisters na pista de dança — ele reproduz um comportamento que, diariamente, afeta mulheres e garotas nas ruas, nas escolas, nos transportes públicos e em casa. Ana Paula não tolerou. Nenhum de nós pode tolerar.

A mineira, que se assumiu machista no início do reality, surpreendeu ao ser a única da casa a confrontar o participante e o machismo intrínseco dessa situação toda. As suspeitas contra Laércio não passam disso: suspeitas. Mesmo assim, a seriedade do assunto não pode ser deixada de lado. A edição do programa de domingo favoreceu, e muito, o lado de Laércio, encaixando Ana Paula no velho estereótipo da mulher surtada que adora um escândalo.

Mesmo se tratando de suspeitas, é preciso levar em consideração que Ana Paula não “inventou acusações” que, coincidentemente, esbarraram em algumas evidências aqui fora. Ao chamá-lo de pedófilo, ela o fez porque Laércio confidenciou a ela (mais de uma vez) que se relaciona com menores de 18 anos. Embora a situação seja complexa e o termo pedofilia aplique-se especificamente ao desejo sexual por menores de 14 anos, Ana Paula caiu num “erro honesto” ao considerar que isso se aplicaria a qualquer menor, no caso de 18 anos. Em uma das muitas conversas que foram frutos dessa confusão, ela justificou aos colegas de confinamento que menores de 18 não podem ir a motel, por exemplo, e que ela achou que todos esses dados estavam de certa forma conectados.

Já Laércio parece saber bem a diferenciação e qual é o limite em que pode ‘transitar com segurança’.

Foto de garota de lingerie no Facebook de Láercio de Moura

Graças à internet, a patrulha online tratou de garimpar tudo sobre a vida do brother. As descobertas foram muitas. Laércio curte páginas sobre armas, supremacia racial (é sério!) e a página da Valentina, participante do MasterChef Brasil Junior que foi alvo de assédio sexual na internet.

Ao ser chamado de pedófilo no Facebook (foto acima), ele se reclassifica sem censuras como “efebófilo” — palavra que designa quem sente atração sexual por adolescentes. Ainda assim, Ana Paula sofre mais rejeição nas enquetes de portais de internet. Dá para acreditar?

Gostando ou não de Ana Paula, você precisa refletir: a permanência de Laércio pelo voto popular seria mais uma validação de grande repercussão de uma mentalidade da qual o Brasil precisa se livrar. Pra ontem. E a custo de quê? De patrocinar através da mídia, mais uma vez, a hipocrisia de uma sociedade que se recusa a andar junto com as leis e, ainda por cima, apoia o que merece repúdio. Substituir o patriarcalismo e o machismo de Laércio pela voz ativa de Ana Paula numa casa de medrosos.

Por isso, leitores, o assunto já nem é mais o BBB! O assunto é o Brasil onde você quer viver.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Será que a Elsa se assumiu lésbica cantando e ninguém percebeu?

Curiosidades de Euphoria, a série BAFOOOO da HBO.

Viajamos no verdadeiro trem do Harry Potter! Na vira real!!! Veja como foi a experiência neste vídeo.

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER