Box Five: Gênios sem lâmpada

Box Five: Gênios sem lâmpada

Nesta semana, chegamos mais cedo! O Box Five agora está em novo “horário”, todas às quintas, aqui, na TV mais feliz do… Oops! No Box de Séries.

Na edição de hoje, trazemos os gênios das séries, aqueles que fazem cair o queixo com tanta sabedoria ou que dão um nó em nossas cabeças, quando resolvem coisas que beiram o absurdo com a facilidade de quem corta um queijo. Se pensarmos bem, gênios não faltam, por isso, deixo aqui uma menção especial ao Grisson (CSI) que, na minha opinião, é fodão com sua sabedoria em entomologia, mas que acabou não entrando na lista. Mas vamos ao nosso Box Five:

5. Sheldon Cooper (The Big Bang Theory)

Sheldon sabe como fazer graça e irritar ao mesmo tempo. O jovem gênio ganhou o gosto do público rapidamente por suas esquisitices e o modo peculiar de enxergar a vida. Sheldon sabe que sabe, e se aproveita disso, humilhando e desprezando outras pessoas sempre que pode. Sheldon, como todo bom cientista, adora fazer experiências, não importa o tipo do experimento. Em uma delas, Sheldon mostrou que o cerébro humano ignora o degrau de uma escada se ela tiver um certo tamanho. A experiência custou a bacia do pai do rapaz, que serviu de “cobaia” para o experimento. Deve ser por isso que dizem que todo gênio é meio maluco também, né?

4. Charlie Epps (Numb3rs)

Charlie Eppes não poderia ser considerado algo menor que gênio, afinal, ele domina o complicado mundo dos números que tanto nos rodeia. Charlie é professor de matemática aplicada no California Institute of Science. Sua habilidade com números o dá a oportunidade de ajudar seu irmão, Don Eppes , a resolver casos complexos do FBI, se tornando assim um consultor da instituição de agentes. Sua ajuda no campo policial, porém, não se restingiu ao FBI, Charlie também deu uma “mãozinha” à Agência Nacional de Segurança. Diferente da maioria dos gênios (ou o que o estereótipo prega), Charlie tem uma esposa, Amita Ramanujan, que também dá uma forcinha ao matemático nas investigações.

3. Dr Temperance Brennan (Bones)

Quem disse que a genialidade não pode tomar a forma de uma mulher? Temperance contraria o imaginário comum e se mostra uma excelente profissional do seu ramo. Ela é uma antropóloga forense, uma raridade nesse campo, onde só existem outros 49 como ela. Seu trabalho não é simples: quando um corpo está degradado o suficiente, impossibilitando a coleta de evidência, Temperance tem a missão de coletar alguma pista através dos ossos da vítima. O trabalho exemplar da agente do FBI já a colocou em enrascada, sendo caçada por um dos vilões. Fora do trabalho, a vida de Temperance também não é fácil, que já teve que lutar contra o alcoolismo.

2. Dr Spencer Reid (Criminal Minds)

Reid tem uma genialidade precoce. Aos 12 anos, terminou a escola secundária e, aos 13, entrou na faculdade. Obviamente, isso o trouxe problemas de convívio no meio escolar. Reid era vítima de bullying. Com tanto tempo para estudar, já que começou bem cedo, o agente do FBI é PhD em Matemática, Química, Engenharia, Artes, Psicologia e Sociologia. Reid tem a mãe internada em uma clínica psiquiátrica e tem medo que a doença da mãe pode ser transmitida geneticamente. Durante a série, o agente do FBI precisou se preocupar com outras coisas também, como seu sequestro e o vício induzido de remédios, que o fizeram frequentar um clínica de reabilitação. Ser gênio não é moleza, não!

1. Walter Bishop (Fringe)

Walter não merecia outro lugar se não o pódio deste Box Five. Ele faz parte da divisão Fringe e ajuda Olivia a desvendar os casos mais bizarros, a maioria relacionada a experimentos que fez passado. De início, Walter tem um relação frágil com seu filho Peter, que não confia nele, mas, aos poucos, os dois voltam a ter uma relação familiar. Walter é cheio de excentricidades. Em seu laboratório, ele possui uma vaca, que acaba se tornando quase “da família”. Sem contar suas aparições nas cenas de crime segurando algum sorvete ou milk shake. Mas o melhor mesmo é quando ele chama sua assistente, Astrid, de asterísco. Genial!

Sobre o Autor

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Confira o que achamos da versão ilustrada de Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban em português.

Wanessa tá de clipe novo. E o clipe define o que "é ruim mas é bom".

The Handmaid's Tale voltou!!! O que rola de novo nesta temporada? Descubra mas SEM SPOILER!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!