Chicago Med 1×07 — Saints

Chicago Med promete uma trama e entrega outra, mas Saints não deixa de ser mais um excelente episódio da série.

Independente de quem aquelas pessoas foram, elas compreenderam perfeitamente a força de um simples até de bondade humana.” CHARLES, Daniel

Precisamos começar esta crítica dizendo que a promo do episódio sete desta temporada enganou o público descaradamente. No vídeo, podíamos ver claramente que o acidente que aconteceu seria proposital e Will seria o único a ouvir a confissão do criminoso. No entanto, ele não poderia fazer nada devido a confidencialidade entre médico e paciente.

Tudo bem que é bem provável que haja uma brecha na lei americana sobre isso, pois se tratava de um evento criminoso, mas o fato é que nada disso aconteceu. Em Saints, o responsável pelo acidente diz que não era sua atenção machucar outras pessoas e daí pra frente vocês viram como foi a trama.

Nem por isso o episódio foi ruim, com essa e outras histórias para contar, podemos dizer que este foi um dos episódios mais sensíveis até agora.

Continuando a introduzir temas judiciais em suas séries, o caso da garota que precisava do transplante de medula comoveu e deu uma dica de que talvez o futuro elenco de Chicago Law, próxima série da família, não seja tão amigável quanto os personagens que já conhecemos.

Isso porque quem é viciado em séries sabe que os advogados da TV nem sempre são bonzinhos e altruístas. Eles preferem vencer a qualquer custo.

Voltando a trama de Saints, foi bom ver que a série volta a dar mais atenção para April. A personagem que andava um tanto apagada foi uma das protagonistas do principal tema, que colocava em questão a bondade humana e a fé.

Sam e Connor começam a provar que um relacionamento entre eles pode ser problemático. Sinceramente, dá pra entender o porquê na maior parte das séries médicas esse tipo de relacionamento não funciona. Principalmente, quando um é chefe do outro, mas no caso apresentado talvez teria sido mais prudente pesar menos no roteiro e adicionar sutilmente conflitos entre eles até que algo do tipo acontecesse.

A falta de sutilidade nesse caso fez a Dra. Zanetti ficar realmente parecendo descontrolada sobre o assunto e incapaz de separar sua vida pessoal do trabalho.

E por falar em relacionamentos complicados, Helen entendeu que Will pode ser um ótimo aliado para manter sua nora e seu neto em Chicago. A vovó de primeira viagem intimidada pela possibilidade de ficar longe do bebê foi bastante esperta, o que também deu uma ajudinha para os fãs de romance ver esse casal dar certo.

Pontos de vantagem para Saints que teve dupla de Halstead, afinal nunca é demais ver os irmãos interagindo.

Agora só falta você nos contar o que achou do episódio nos comentários e dar uma nota no nosso placar. Antes dá uma olhada no que está por vir em Reunion, isso se eles não mudarem o rumo das coisas novamente:

[taq_review]

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

A Fazenda voltou e o que esperamos? Memes! Mas será que os novos memes superam estes??? Clique e assista agora.

Será que você sobreviveria em American Horror Story 1984? Assista ao vídeo e prepare-se para a nova temporada.

Curiosidades de Euphoria, a série BAFOOOO da HBO.

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER