Cold Case: o passado vem à tona

O Box Fechado traz nesta semana uma série policial diferente das demais, uma vez que ela basicamente trata casos muito antigos e nunca resolvidos. Já sabem, né? É a incrível Cold Case.

A protagonista seguia o clichê das outras séries do mesmo estilo: Lilly Rush (Kathryn Morris) era loira de olhos azuis e durona. Mas a mesmice termina aí. Com inteligência e perspicácia, ela conseguia solucionar crimes dos mais variados tipos que aconteceram há muitos anos. Crimes que ficavam arquivados sem solução, por falta de provas, mas que com a tecnologia disponível nos anos 2000, era possível para Rush e sua equipe de homicídios da Filadélfia reabri-los e tentar, enfim, fazer justiça.

Uma das coisas mais interessantes em Cold Case é que as testemunhas interrogadas mudavam de rosto para o que tinham na época do crime. Assim, você via os envolvidos como eram no passado e como tinham ficado hoje. Além disso, sempre apareciam os flashbacks mostrando o que, de fato, tinha acontecido.

Outra coisa legal da série eram os finais. A trilha sonora, quase sempre impecável, e o “fantasma” da vítima sorrindo em agradecimento pela solução do caso. Era emocionante, de verdade.

Como já foi dito, Lilly Rush não resolvia tudo sozinha. Ela contava com seu parceiro, Scotty Valens (Danny Pino), e seu chefe e mentor, tenente John Stillman (John Finn). Entre um caso e outro, nos envolvemos também com as próprias vidas dos policiais e seus dramas pessoais — como o relacionamento complicado que Rush tem durante um tempo da série.

Cold Case durou de 2003 a 2010, totalizando sete temporadas, com 151 episódios. Era transmitida pelo canal americano CBS e, até hoje, não se sabe os motivos exatos de seu cancelamento, uma vez que a série tinha milhares de fãs no mundo todo.

Atualmente, é exibida na TV aberta pelo SBT (toda segunda, 1h da manhã) e pelos canais a cabo Warner e A&E Mundo.

Abertura:

Sobre o Autor

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Personagem afeminado de Cavaleiros do Zodíaco será mulher em remake da Netflix.

Confira o que achamos da versão ilustrada de Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban em português.

Wanessa tá de clipe novo. E o clipe define o que "é ruim mas é bom".

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!