Dexter — S05E01 — Fantasmas de um Pretérito…

Por Erika Ribeiro

O episódio, Fantasmas de um Pretérito Imperfeito, começa exatamente onde terminou o último da 5ª temporada. A cena de Rita morta com o filho pequeno envolto a sangue continua sendo chocante, mesmo eu nunca tendo gostado dela. A cara de apavorado, desestruturado que o Dexter fica inicialmente começa a mudar a partir do momento em que Harry aparece perto dele e diz: “Não é hora de ficar se culpando, faça o que tem de ser feito… sobreviva”. Sensacional o modo como a partir deste momento o olhar dele fica frio, gelado, as emoções somem e ele só pensa em como de livrar de qualquer coisa que o ligue ao assassinato ou ao Trinity.

Logo após o velório ele avisa todos que vai se mudar, pois Miami é um lugar muito violento para se criar um filho. E todos concordam.

Dexter então pega sua mini-van e segue rumo a seu novo lar… Wisteria Lane.

Lá ele se confunde em meio aos locais sendo apenas mais um novo-vizinho-gato-que-esconde-um-passado-sinistro. Vocês viram que logo de cara a Bree já deu aquela olhada que merece um close para cima do Dexter? Eu já senti ali que isso não ia acabar bem, mas antes…

Tudo começa a ficar confuso quando o pai de Dexter some e não aparece mais para o filho. A partir daí só resta ele cuidar do Harrison e isto significa deixá-lo com os vizinhos gays de babá e ir para a boate ver umas strippers. =D
Durante o show vocês podem reparar que ele não foi lá ver mulheres rebolativas , na verdade, ele foi é arrumar algum velho tarado para ser sua primeira vítima e assim finalmente poder chamar Wisteria Lane de Home Sweet Home! Mas nessa hora é que rola o primeiro ponto de virada no episódio , ele vê Rita. Oh, My God! Rita está viva !!!! Eu já desconfiava que ela era muito sonsa para morrer tão fácil, ela agora está lá fazendo seu show de strip-tease tirando sua fantasia de Hermione sensualmente enquanto Dexter fica perplexo. =O

Daí, é que acho que o episódio ficou devendo e muito, esse plot twist, fica meio largado, talvez para ser aproveitado no futuro… Mas dando seqüência: ele vai para casa e trastornado já pega seu Kit Serial Killer para Viagens e já se prepara para matar alguém para aliviar o estresse. E o pai dele nada de dar as caras. Ele chama por ele e só tem *cri-cri-cri* como resposta. Então, por falta de uma vítima criminosa decente, ele apela e resolve pegar a velhota que não recicla como vítima. O que adorei ! Ô velha nojenta, nunca gostei daquela Bruxa do seventy one.

Até agora, eu já tinha achado o episódio interessante, legalzinho, mas apenas merecedor de um polegar para cima, entretanto, na hora em que Dexter está voltando da desova da velha “inimiga do planeta”, Bree vê ele entrar em casa. Gelei! Sabia que ela sabia de tudo, ela é a única em Wisteria Lane que não se mataria, pelo contrário, ela mataria todos no bairro antes disso. Estranho foi ele não perceber que ela o observava, será que perdeu seu mojo, seu toque especial? Não sei, temos quet acompanhar. Entrando em casa, há ruídos vindos da sala e a TV fora do ar. Ele já se arma com o atiçador de brasa da lareira e vai atrás do invasor, mas quando começa a tocar Unchained Melody percebemos o porque de Harry estar sumido. Ele está de caso com Mary Alice!!! Gente, chama os Caça-Fantasmas para acabar com essa pornografia sobrenatural ! #Medo

Depois disso, o pai adotivo de Dex conversa com ele e fala: “Pais também fazem esse tipo de coisa” e eles se abraçam fraternalmente. Tocante essa cena. Abafando o resto do episódio — a visita da Laguerta com o Batista e Debra chorando porque levou fumo de um namorado pela 367ª vez e vamos ao que interessa.

Final do episodio foi a virada da virada. Foi tenso quando Bree foi falar com Dexter e já de cara mandou um: “Eu sei o que vocês fez no verão passado”. =O O mais chocante foi após essa revelação, ela tentar compreendê-lo num estilo total Ashlee Simpson de interpretação. E aí vem a cena mais violenta de toda a série: Bree Van De Kamp faz a sua dança do acasalamento e encerra sua performace com a revelação de que ela o entende e sabe bem o que ele passa porque ela também é uma fugitiva e a tirada de sua peruca revela que ela é nada mais nada menos que Kimberly Shaw, a médica psicótica e fugitiva de Melrose.

Já neste momento eu estava saltitando uma mistura de Calypso com Lambada de emoção mas, como naqueles comerciais da Polishop, não era só isso. Ela se aproxima de Dexter e diz: “We have to go back!” A partir daí tive um desmaio e depois de alguns minutos desacordada voltei o episódio e terminei de ver ela dizer que eles tinham de voltar para a ilha porque essa não era sua vida e que tudo deu errado com o evento, que não foi a detonação de Juliet na ilha e sim a explosão do condomínio em Melrose Place (Original) . *BOOM*

Review: Dexter arrasou! Voltou com tudo, terminou a temporada passada no auge e começou no topo. Dexter é a melhor série da atualidade, com romances inesperados e muita sensualidade. Michael C. Hall já está rumando ao bicampeonato e vai levar o Emmy esse ano de novo, com certeza.

E sem querer vi a promo de LOST e percebi que realmente os roteiristas sabiam de tudo desde o início e o crossover que todos acharam que seria com Melrose Place, por conta do encontro de Penny e Desmond, na verdade, será com Dexter. Ele, Kimberly (ex-Bree), Desmond e Penny vão para a ilha. Na maravilhosa promo, vi a sensacional cena de Lokezilla e Sayid correndo desesperados, chorando e tropeçando na floresta pedindo a ajuda de Jacob. Depois, um trecho com Sayid amarrado, na mesma mesa que Sun fez os exames de ultra com Juliet (easter egg) e Dexter tirando sangue do seu rosto. E a cena de EXPLODIR A CABEÇA: Lockezilla chorando embaixo de uma cama tremendo e com as mãos na boca, enquanto a porta do quarto é quebrada violentamente com um machado e de repente Kimberly enfia a cabeça na porta e diz: “Heeere’s Kimmie” em clara referência ao clássico do cinema O Iluminado.

Vibrei muito, mal posso esperar, LOST vem aí com muitas respostas e novas perguntas, vamos curtir essa viagem! XD

Sobre o Autor

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Confira o que achamos da versão ilustrada de Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban em português.

Wanessa tá de clipe novo. E o clipe define o que "é ruim mas é bom".

The Handmaid's Tale voltou!!! O que rola de novo nesta temporada? Descubra mas SEM SPOILER!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!