Doctor Who 7×07 — The Rings of Akhaten

Você gosta de pensar que é um deus! Mas você não é um deus. Você é só um parasita alimentando-se com ciúme e inveja, ansiando pela vida dos outros. Você se alimenta deles, da memória, do amor, da perda, do nascimento, da morte, da alegria e da tristeza.” — Doctor

Nós estávamos lá. Liderados e representados pela mais nova corista, em toda nossa multiplicidade cultural, linguística, planetária, unidos apenas pela força gravitacional de um astro/deus, estávamos todos presentes do lado de lá desta vez. Agora, se eu pudesse escolher meu avatar, optaria pelo Ultramancer, mas esta é uma questão muito particular. O caso é que cantamos toda a semana, alguns por cinquenta anos, outros apenas por sete, louvando nosso deus alienígena de título autoproclamado. Afinal, para quem fora destinada a belíssima última canção de Merry Gejelh, para qual “Avô”!? (a alusão à Susan e a este título, no mesmo episódio, não pode ter sido casual) Para quem foi, no fim das contas, destinado o sermão do Doctor com o qual abro esta review?

Não importa o quanto o Doctor encare sua própria natureza parasítica (a qual citei na review anterior), não importa o quanto ele entregue, cabe sempre à suas coristas/acompanhantes o sacrifício maior, sem que ao menos tenham o direito de saber seu verdadeiro nome, quem ele realmente é. Prova disso é a própria concepção do personagem, na qual a demonstração máxima de entrega, a da própria vida, é ludibirada pela regeneração, inclusive esta se fazendo necessária apenas quando sua miraculosa genialidade não dá conta de evitar-lhe os danos “irreparáveis”.

doctor who 7x07

Aparentemente nada vem sem um preço. Mas qual será o daquele responsável por drenar a existência alheia em função de seu temor da solidão, de sua falta de humanidade? Será o sentimento de seu âmago devorado pela culpa do impotente diante de seu vício? Será esta causada por cada uma das acompanhantes perdidas, por cada um dos sacrificados em nome de um deus infame? Ou, quem sabe, o preço para aquele cuja voz desperta exércitos seja o fim que tanto temia, sem alguma River Song, alguma Amy, ou algum Rory para lamentarem sua partida quando a hora finalmente chegar. Ele existe porque a platéia que o alimenta à distância, com seus cânticos e oferendas, o mantém vivo há gerações. Porém, quando o infinito será o suficiente? Quando seu apetite estará satisfeito? Quando tocará a última nota da “Longa Canção”, mas principalmente, o que será feito quando não houver qualquer sacrifício senão o derradeiro, o do próprio? Restará apenas a escuridão e o silêncio.

Apesar de sua função como peça complementar no processo de dissecação do Doctor, The Ring of Akhaten, levando em consideração o arco central desta segunda parte da temporada (o grande mistério de Clara), foi um episódio bastante dispensável (inclusive pela decepcionante revelação da folha misteriosa), com o objetivo simples de “preencher a cota”. Ainda assim, como “primeira” aventura de Oswin a bordo da TARDIS, não seria mesmo de se esperar uma grande história ou um episódio memorável. Bom, isso tudo, claro, porque optei por ignorar algumas inconsistências do roteiro aqui ou alí, mas não sejamos ranzinzas, não é mesmo?

Por fim, para quem curte outras séries inglesas, principalmente as mais recentes, já deve ter visto a pequena Merry (Emilia Jones) na recente Utopia, uma excelente minissérie de apenas seis episódios. O problema é que a atriz já não era muito boa lá, onde lhe era exigido bem pouco, imaginem aqui onde seu papel tinha maior relevância. Pelo menos vale pela fofura e pelas participações musicais!

Ps: “Acho que ela não gosta de mim.”. Polêmico!

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

A Fazenda voltou e o que esperamos? Memes! Mas será que os novos memes superam estes??? Clique e assista agora.

Será que você sobreviveria em American Horror Story 1984? Assista ao vídeo e prepare-se para a nova temporada.

Curiosidades de Euphoria, a série BAFOOOO da HBO.

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER