Gotham 2×18 — Pinewood

Verdades reveladas sobre o assassinato dos pais de Bruce Wayne em Pinewood.

Nosso sucesso aqui pode livrar a humanidade dos grilhões da morte” — STRANGE, Huge.

Mais uma vez, lidamos com a questão: os fins realmente justificam os meios? Quanta atitude duvidosa tomamos diariamente usando a carta coringa de fazer aquilo “na melhor das intenções”. Como diz o velho ditado: de boas intenções o inferno está cheio. E é justamente isso que moveu o décimo oitavo episódio de Gotham chamado Pinewood.

O nome Pinewood surge quando Bruce está investigando o antigo computador de seu pai. Com essa pista, ele acaba chegando em Karen Jannings, um experimento comandado por uma antiga divisão das Indústrias Wayne.

O que poderia ser mais um irrelevante caso da semana acabou provando ser uma importante inserção para o espectador descobrir ainda mais acerca dos negócios do pai de Bruce. Os experimentos conduzidos por Huge Strange nos porões de Arkham forma iniciados pelo próprio senhor Wayne, que via na ciência uma oportunidade para auxiliar a humanidade.

Na verdade, essa é a justificativa clássica dos antagonistas que acabam se transformando em terríveis vilões. E também é por este mesmo motivo que muitos mocinhos flertam com o lado sombrio da força. Ao acrescentar essa informação, Gotham amplia ainda mais as discussões sobre as decisões que são necessárias ser tomadas diariamente e que fazem o ser humano transitar entre os dois lados sem haver predileção por um deles.

E isso também lança luz sobre as origens das instalações secretas de Arkham. E o momento não poderia ser mais oportuno. Afinal, Huge Strange conseguiu trazer, com sucesso, seu primeiro defunto de volta à vida. E o escolhido não poderia ter sido mais sintomático: Theo Galavan. Destaque para o jogo de luz e sombra que permeou toda a cena da volta de Theo. Impressionante.

Muita dor de cabeça ainda virá para Jim Gordon com esse retorno do mundo dos mortos. Agora, as suspeitas que a volta de Barbara despertaram no capítulo anterior acabaram não se confirmando. A loira acabou sendo ajuda decisiva na descoberta do passado dos Waynes. Mas o detetive ainda não estava pronto para acreditar na regeneração da ex-amada. O estranho foi vê-la buscar refúgio em Thabita Galavan. É Galavan demais para um só episódio. Será que o caos promovido no início da segunda temporada está preste a se instaurar em Gotham?

O episódio também marcou a primeira aparição do Mr. Freeze com seu traje. E olha que, apesar dos poucos minutos em cena, o frisson foi incrível. É muito bom quando os vilões clássicos do Batman dão as caras e a gente pode imaginar o que ainda virá pela frente.

Os poucos episódios que ainda restam prometem ser ainda mais eletrizantes!

[taq_review]

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Personagem afeminado de Cavaleiros do Zodíaco será mulher em remake da Netflix.

Confira o que achamos da versão ilustrada de Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban em português.

Wanessa tá de clipe novo. E o clipe define o que "é ruim mas é bom".

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!