In The Flesh, reabilitação para zumbis

Antes de tudo, precisamos testemunhar o tiro no escuro que a BBC3 deu. Tudo bem que nós sabemos que zumbis é a nova moda do momento, mas transformar seres tão horripilantes em mocinhos bonitinhos torna-se controverso. Perdeu-se a essência de A Noite dos Mortos Vivos e deu-se lugar a zumbis mais brandos e não tão assustadores. Apesar de tudo, In The Flesh consegue ir além…

Quando pensamos em uma série sobre o apocalipse zumbi, The Walking Dead sem sombra de dúvida é a primeira a assombrar nossas mentes. Os bons frutos que a série rendeu a AMC vem trazendo a tona vários novos meios de recontar as histórias sobre zumbis. De uns tempos pra cá houve a constante modernização de histórias e mitos já conhecidos por nós. Os vampiros foram as primeiras vítimas. E agora é a vez dos zumbis. Warm Bodies, filme estrelado por Nicholas Hoult, exemplifica bem essa transição de vilão para mocinho e até mesmo galã que os zumbis adquiriram recentemente.

Mas a sensação que tive ao ver o piloto de In The Flesh foi totalmente o contrário. A impressão que eu tive é que a emissora não quer mais um blockbuster no ar, ou até mesmo uma multidão de garotas suspirando pelo protagonista da série, os roteiristas querem apenas um tema que está na moda para narrar uma história dramática sobre adolescentes tentando encontrar o seu lugar no mundo, enquanto enfrentam o preconceito social.

In-The-Flesh

O piloto foca em Kieran (Luke Newberry) um zumbi, ou PDS, que passou por um tratamento com medicamentos e agora pode voltar à família e à sociedade. Luke não é um ator de grande talento assim como todo o resto do elenco, mas as amarrações da trama são tão bem findadas que nem dá muito tempo de prestar atenção nas atuações. Até temos a participação do ator Alex Arnold (o Rich de Skins) mas ele aparece só no início do episódio.

Tivemos uma história muito bem findada. Ponto positivo pra In The Flesh que já conseguiu abocanhar o público logo em seu primeiro episódio. Eu sempre destaco que pra uma série ter sucesso, as tramas paralelas precisam ser tão ricas quanto a principal. E logo de início já percebemos que isso não será problema para série. Em ressalto a relação de Jem e Kieran, e a volta do agora PDS, Rick. Duas boas tramas que podem ser muito bem trabalhadas.

Se você acredita que zumbis só podem ser tratados como séries sanguinários, In The Flesh é a série errada pra você. Mas se você está afim de uma boa ficção, com uma boa trilha sonora atual, aquele sotaque britânico cativante, uma história envolvente, tramas e personagens ótimos, a nova série da BBC3 pode te conquistar, assim como me conquistou.

Infelizmente, a primeira temporada de In The Flesh já chegou ao fim com apenas três episódio exibidos. E se você não conseguir esperar a segunda temporada, tenho uma dica. Já deu uma conferida em Les Revenants? É uma série francesa que aborda um tema bastante parecido, vale muito a pena!!!

E você o que achou de In The Flesh? Só cuidado com os spoilers.

Sobre o Autor

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

OUÇA O BOXCAST

BoxCast 228 – Feminismo For Dummies

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

VIDEOCAST

David Yates, diretor de Animais Fantásticos 2, fez uma declaração no mínimo insensível.

Você com certeza já esqueceu uma série no Churrasco. Será que não!? Assista e descubra.

Todas as emoções da Spoiler Night da CCXP 2017. veja agora!