iZombie 2×16 — Pour Some Sugar, Zombie

Parece que iZombie resolveu não perder mais tempo e continua a adiantar sua trama rumo ao final da temporada em Pour Some Sugar, Zombie.

Oh, meu Deus! É como se eu estivesse em um show da Adele aqui. Mais informação. Menos lágrimas e catarro.” MOORE, Liv

Apesar de ter feito um temporada um tanto lenta, e cheia de episódios totalmente descartáveis, iZombie, assim como em sua temporada anterior, apertou o passo na reta final da temporada e se o episódio anterior já havia revelado alguns fatos bem interessantes, Pour Some Sugar, Zombie definitivamente nos coloca na direção certa da season finale e o que esperar?

Já está claro que todo o enredo envolvendo o Mr. Boss serve apenas como imã para unir todas as tramas da série, de uma forma ou de outra quase todos os personagens tem uma ligação com o rei do crime em Seattle. No entanto, o personagem em si tem pouco peso no contexto geral, a não ser que os roteiristas nos mostrem o contrário, ainda sim soaria um tanto forçado que do nada Mr. Boss seja de fato importante.

Com uma coisa, ao menos, podemos contar: Clive sempre será o detetive mais sem noção da TV. Ele continua caindo na história de vidente de Liv, e sem desconfiar dos atos suspeitos de sua parceira. Quem sabe Dale descubra e conte para ele, afinal ela parece ser muito mais esperta.

Já Ravi anda na direção contrária sempre. O médico legista sempre prova ser mais que um alívio cômico extra, ou um mero coadjuvante que sempre prepara o palco para Liv. Sempre que possível, ele rouba os holofotes para si e é responsável por boa parte do desenvolvimento da história.

Dessa vez não foi diferente, pois se você tem um segredo, Ravi parece ser o cara certo para descobrir. Tudo bem que Major não foi o melhor mentiroso de todos os tempos, mas vamos dar uma colher de chá para ele só por aqueles olhos lindos, por que o personagem sempre carrega uma grande quantidade de problemas que quase sempre tem que resolver sozinho.

Ravi conectou os pontos rapidinho e agora já sabe que seu amigo é o Chaos Killer. Aquela cena final poderia ter sido bem mais trágica, felizmente entre acessos de raiva e injeções de tranquilizante, a única notícia ruim é que Major voltou a ser um zumbi. O que seria relativamente bom se ele não estivesse morrendo no processo.

Quem também oficialmente garantiu sua entrada para o #TeamZombie foi Gilda/Rita. A desafortunada bastarda de Vaughn Du Clark, além de ter sido deixada para trás por ele, para ser devorada por uma zumbi descontrolada, foi capturada antes mesmo de sua primeira refeição. As coisas não andam boas para Gilda/Rita, mas ao menos uma vilã vai ter o que merece nessa série onde todos de caráter duvidoso duram muito. Mais ainda se eles forem o Blaine, mas estamos falando de David Anders, ele pode ser qualquer coisa.

Mais uma vez os roteiristas usaram o caso da semana para fazer a trama central andar. Incluindo Peyton, que voltou a dividir apartamento com Liv. Nunca nos cansamos de dizer que a personagem é mal aproveitada na série, ela tem potencial para ser a versão feminina de Major, de preferência com mais sorte que o galã. Com o caso contra o Mr. Boss se fechando, pode ser que a moça encontre finalmente confusão, sorte a dela ter alguns zumbis do seu lado, eles podem vir a calhar como ajuda caso as coisas saiam de controle.

Por fim não podemos deixar de comentar a brilhante atuação de Rose McIver sob a influência do cérebro da dançarina exótica Cassidy. Uma pena terem cortado a cena que passava na promo dela dançando enquanto limpava uma das pias ensanguentadas do necrotério. A atuação ganha pontos, ajudada obviamente pelo roteiro cheio de gírias e trejeitos que ilustravam de forma impecável a personalidade da vítima.

Não se esqueça de comentar o que está achando da série e dar uma nota para Pour Some Sugar, Zombie no nosso placar. Antes vale conferir abaixo a promo de Reflections Of The Way Liv Used To Be que promete ainda mais revelações para história.

[taq_review]

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Personagem afeminado de Cavaleiros do Zodíaco será mulher em remake da Netflix.

Confira o que achamos da versão ilustrada de Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban em português.

Wanessa tá de clipe novo. E o clipe define o que "é ruim mas é bom".

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!