Luke Cage 1×05 — Just To Get A Rep

Chegou a hora de pisar no freio e mostrar um roteiro mais voltado para o desenvolvimento dos personagens em Just To Get A Rep.

Se tentarmos proteger apenas nós mesmos, sem considerarmos aqueles mais próximas de nós, então perderemos.” — CAGE, Luke

Como vimos aqui no Boxpop, os produtores da série garantiram que, independente de você ser fã ou não de hip-hop, a trilha sonora dos episódios irá te agradar. Em uma análise mais subjetiva, além de ter uma trilha sonora excelente também percebemos que ela parece evoluir com a história da série.

Conforme o clima de rivalidade entre os personagens vai aumentando, podemos ver uma evolução da trilha sonora com letras mais agressivas, melodias mais fortes e as próprias performances no palco da Harlem’s Paradise refletem o tom que a série está.

Finalmente Rosario Dawson aparece como Claire para deixar todos os fãs da personagem felizes. Ainda que sua chegada a Harlem para ficar com sua mãe, representada por ninguém menos que Sonia Braga, ainda não tenha ligação direta com Luke.

Como vimos na segunda temporada de Demolidor da Marvel, Claire não se sentia segura no hospital em que trabalhava onde uma de suas amigas enfermeiras foi assassinada e a diretoria do lugar resolveu acobertar a história.

Temos que dar uma colher de chá para o fato dessa história ser bem conveniente para que ela apareça em Harlem, afinal, foi prometido que a personagem estaria em todas as séries da Marvel em parceria com a Netflix fazendo a ponte entre todos os shows.

Quem gosta desse tipo de coisa vai ficar bem satisfeito porque Claire vai ter mais destaque em Luke Cage do que teve em Jessica Jones.

Enquanto isso Cottonmouth parece cada vez mais fora de controle, tentando chamar a atenção de Luke Cage forçando um encontro eminente entre eles. Por isso, antes de conseguir chegar ao memorial de Pop’s, Luke precisa tentar limpar a bagunça feita pelo vilão que resolveu espalha ainda mais terror nas ruas de Harlem.

Obviamente isso não poderia acabar bem para Cornel que parece não perceber o quanto todas as pessoas a sua volta não estão exatamente ajudando-o.

Todas essas jogadas do roteiro podem acabar soando como um certo tipo de enrolação para os menos pacientes, mas quem está de olho aberto, percebe que Just To Get A Rep na verdade é um episódio focado no desenvolvimento da trama.

É impossível ter uma série de qualidade se a todo momento os personagens estão correndo, lutando, atirando e etc. Ainda temos um pouco disso nesse episódio pelo fato de Luke ser literalmente à prova de balas. No entanto é claro que grande parte do enredo foi focado no descontrole de Cottonmouth, Claire e até nas investigações de Misty.

Por fim ainda tivemos uma ótima cena com um confronto entre herói e vilão, após o memorial tão esperado. Mesmo que esse confronto tenha ficado apenas numa troca de alfinetadas entre eles, agora ficou mais claro para Luke que ele acima de tudo tem o apoio da comunidade que está tentando proteger.

Mais uma vez queremos saber sua opinião sobre Just To Get A Rep, não deixe de comentar e dar uma nota para o episódio antes de seguir em frente com a sua maratona.

[taq_review]

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

A Fazenda voltou e o que esperamos? Memes! Mas será que os novos memes superam estes??? Clique e assista agora.

Será que você sobreviveria em American Horror Story 1984? Assista ao vídeo e prepare-se para a nova temporada.

Curiosidades de Euphoria, a série BAFOOOO da HBO.

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER