Luke Cage da Marvel 1×06 — Suckas Need Bodyguards

Suckas Need Bodyguard parece colocar Luke Cage da Marvel na direção de um ponto de convergência da série, já preparando o terreno para a reta final.

Camisa queijo suíço, carro batendo em você, socando até atravessar metal e concreto. Só mais um dia certo?” TEMPLE, Claire

Parece mesmo que alguns vilões só se mantiveram no poder por tanto tempo por puro milagre. Ao menos esse é o caso de Cottonmouth, desde o começo da série apesar de parecer estar no comando o gangster só tem levado facada pelas costas, e suas reações ao problema Luke Cage não ajudam muito ele recuperar a moral entre seus associados.

Já era de se esperar que Cornell não fosse durar muito na série, afinal o fantasma de Diamondback parece um encosto sobre ele. No entanto o mafioso anda com a moral tão baixa que até o detetive Scarfe resolveu tentar tirar uma casquinha dele. Infelizmente para Scarfe o tiro saiu pela culatra, quase literalmente.

O enredo envolvendo — o inimigo do meu inimigo é meu amigo — é um tanto comum nas histórias de super heróis, quem acompanha tanto o universo cinematográfico dos estúdios quando os quadrinhos, já viram alianças muito estranhas sendo formadas.

Em Suckas Need Bodyguards Scarfe recorre a ninguém menos que Luke para tentar sobreviver, não que o plano dê muito certo, mas a ideia parece colocar a trama da série de volta a um ritmo mais acelerado perdido no último episódio.

E não são apenas os vilões que tem problemas para encontrar parceiros de confiança, outra personagem que não tem sorte nesse departamento é a detetive Misty que é obrigada a se juntar a ninguém menos que outro policial corrupto. Definitivamente a detetive tem má sorte com isso, pois ao contrário do que acontece com Cottonmouth, Misty não tem a mínima noção de que a pessoa ao seu lado é um traidor.

Todo o episódio acaba girando em torno de uma grande caçada a Luke Cage e o detetive Scarfe, que não termina o episódio vivo, mas não sem antes entregar tudo o que sabe sobre os crimes de Cottonmouth. E entre uma perseguição e outra ainda temos uma repórter atrevida finalmente puxando o tapete de Mariah.

A vereadora corrupta finalmente teve o que merecia, e nós temos que elogiar demais Alfre Woodard que está fazendo um trabalho excepcional na pele da vilã, é impossível não sentir desprezo pela personagem, que obviamente tem a ajuda de um excelente roteiro para sustentar seu posto de megera da série.

Por fim não podemos negar a química entre Luke e Claire, mesmo que a enfermeira não tenha aceitado “tomar café” com o herói, ficou bem claro que há algo a mais na relação dos dois. Para quem era fã dela e esperava que ela ainda tivesse uma chance com Matt pode ir se acostumando com o fato de que talvez Claire prefira um herói à prova de balas.

E você o que está achando da série até aqui? Conte pra gente nos comentários e deixe uma nota para Suckas Need Bodyguards em nosso placar. Boa maratona a todos.

[taq_review]

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER