Moonlighting: A Gata e o Rato

Você sabia que o astro Bruce Willis, da série de filmes de ação Duro de Matar, também já estrelou uma série? Que foi muuuuito famosa, por sinal? Não? Sim e quer relembrar? Vamos dar uma voltinha no tempo então até os anos 80 e saber mais sobre Moonlighting, mais conhecida por aqui como A Gata e o Rato!

Em março de 1985, A Gata e o Rato estreou nos Estados Unidos e logo se tornou um sucesso da TV. Exibida originalmente pelo canal americano ABC, ela teve 67 episódios e durou até março de 1989, quando foi cancelada.

A história começa quando a modelo Madelyn Hayes, mais conhecida como Maddie (Cybill Shepherd, The L World), é enganada pelo empresário e perde quase tudo o que tem. Quase, porque lhe restou ainda uma agência de… detetives. Isso mesmo! Mas até a City Angels — que depois passou a se chamar Blue Moon — estava no fundo do poço, deixando Maddie desesperada e decidida a fechá-la.

E é aí que entra David Addison (Bruce Willis), um dos detetives da agência. Ele consegue convencer Maddie a não fechar o lugar e mais: a trabalhar como detetive também. Ex-modelo de detetive? Só podia dar confusão… Maddie e David passam a trabalhar juntos então, como uma dupla mesmo.

Mas logo começam as brigas entre os dois. Isso porque eles possuem personalidades completamente diferentes. Maddie e David ficam como gato e rato, entre tapas e… tapas (a princípio), porque a espera pelo beijo foi um pouco longa! E essa guerra de sexos e a dúvida se os detetives ficariam juntos é que fez a série ser tão famosa naquela época. Porém, duas temporadas depois, o tão aguardado “finalmente” acontece. Após mais uma briga e muita discussão, os dois vão para a cama e se entregam à paixão que guardavam para si (piegas, eu sei, mas era isso mesmo!). O engraçado é que, na época, corria a boca pequena de que os atores não se davam bem mesmo nos sets e que toda aquela animosidade era real.

Quem acompanhou de perto esse romance agitado foi a secretária fofoqueira Agnes Topisco (Allyce Beasley, Recess). Feia, atrapalhada e com uma voz fanhosa, ela sempre ficava falando sozinha quando David e Maddie saíam do escritório discutindo.

A Gata e o Rato foi inspirada no filme His Girl Friday, de 1940, e fez um enorme sucesso nos dois primeiros anos. Foi indicada várias vezes ao Emmy e levou para casa sete prêmios. Só Bruce Willis ganhou um Emmy e um Globo de Ouro por melhor ator. Já Cybill Shepherd ganhou dois Globos de Ouro. O tema da abertura, Moonlighting Theme, de Al Jareau, também foi sucesso e foi indicada ao Grammy de 1988.

A série teve várias participações especiais, incluindo os atores Tim Robbins e Whoopi Goldberg. Infelizmente, não conseguiu ir para a frente, e terminou na quinta temporada. O motivo: Bruce Willis subiu na vida, estrelou Duro de Matar e não parou de fazer filmes, tendo cada vez menos tempo para gravar. Para completar, Cybill Shepherd ficou grávida, podendo gravar cada vez menos também. Foram tantos desencontros, que até na própria série o casal não teve um final feliz.

A Gata e o Rato foi exibida no Brasil inicialmente pela Rede Globo. Mas também já foi transmitida, posteriormente, pelo canal aberto SBT e pelos canais pagos Sony, Multishow e TCM. Veja as aberturas para relembrar!

Sobre o Autor

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Confira o que achamos da versão ilustrada de Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban em português.

Wanessa tá de clipe novo. E o clipe define o que "é ruim mas é bom".

The Handmaid's Tale voltou!!! O que rola de novo nesta temporada? Descubra mas SEM SPOILER!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!