Mulher Maravilha rouba cena em Batman Vs Superman: A Origem da Justiça

Crítica: Confronto de Batman vs Superman chega aos cinemas e o destaque fica na estreia de sua coadjuvante, a Mulher Maravilha.

Esperamos há 75 anos pela chegada de uma das personagens mais fortes dos quadrinhos ao cinema!

Batman (Ben Affleck) e Superman (Henry Cavill) podem até protagonizar o título, mas quem rouba a cena é Diana (Gal Gadot). Renegada às séries de TV, a Mulher Maravilha despontou nas telonas como coadjuvante.

Só isso já é suficiente para deixar qualquer feminista brava. E fãs dos quadrinhos também, independente do sexo!!! Como uma personagem única demora tanto para chegar aos cinemas, e ainda faz seu debut no filme dos outros???

O primeiro longa solo da personagem deverá chegar ano que vem, no dia 23 de julho. Mas podemos dizer que ela já teve uma boa recepção. Se Batman vs Superman: A Origem da Justiça arranca aplausos de seus fãs, isso só acontece quando a princesa amazona se envolve no confronto do século.

Verdade seja dita: após tantos trailers, sneak peeks e vídeos exclusivos, não há muito o que mostrar neste segundo capítulo do universo cinematográfico da DC. Tem mais hype que filme. É até louvável que a marca tenha despertado para a necessidade de entrelaçar seus longas e criar uma aventura sequencial. Os fãs pedem por isso.

Confronto de Batman vs Superman chega aos cinemas e o destaque fica na estreia de sua coadjuvante, a Mulher Maravilha.

A impressão que fica é de que tentaram ganhar tempo cortando origens, mas se atropelaram com um belo batmóvel. Batman Vs Superman é robusto como o veículo do homem morcego. Como todo carro pesado, demora a ganhar velocidade. Mas quando atinge seu ponto forte, fica difícil fazê-lo parar. Serve muito bem como uma introdução, daquelas provocam e pouco contam.

Delírios futuristas, teaser dos novos personagens, e até a falta de um final conclusivo… Tudo isso está lá e faz a história demorar a arrancar. Na tentativa de conectar os próximos episódios os produtores acabaram perdendo a oportunidade de contar e se aprofundar neste. O próprio embate que dá título ao filme acaba sendo curto, diante da quantidade de eventos que ele traz.

Um ponto forte desta nova história é a poesia com a qual reapresentam o passado de Bruce Wayne, que deverá ganhar filme solo no futuro — evitando mais um longa (ou longa-lenga?) de origem. Poucos novos elementos são trazidos ao cavaleiro das trevas. O destaque está na bela armadura para enfrentar o homem de aço, inspirada na arte de Frank Miller em Cavaleiro das Trevas.

Os roteiristas Chris Terrio e David S. Goyer souberam beber desta fonte e talvez por isso Miller seja o primeiro na lista de agradecimentos. Não é de menos, já que foi por suas mãos que a DC apresentou ao mundo o mais clássico confronto de seu universo. Quem leu o TDK reconhecerá muito mais do que a armadura do morcegão.

Ainda assim, o personagem se perde em seu uniforme, fica pequeno e tímido na pele de Ben Affleck. Difícil a tarefa de substituir Christian Bale. A verdade é que o Batman de Bale e Christopher Nolan era muito mais soturno, profundo e implacável. Ao que parece Ben Affleck tem o dom de enfraquecer personagens que Miller soube engrandecer.

Nesta trindade heróica nenhum ator tem grandes habilidades profissionais. Cabe dizer que Henry e Gal enchem os olhos perfeitamente. Se você procura defender o filme por suas belas atuações, ainda pode contar com o mínimo serviço de Amy Adams, a apaixonante Lois Lane, e o exagerado Jesse Eisenberg — que por alguns momentos até parece estar interpretando o Coringa, e não Lex Luthor. Sua psicose e trejeitos vão ao extremo.

Com pontos de virada interessantes e uma expansão mitológica um tanto confusa, já mostrando outros meta-humanos que formarão a Liga da Justiça, Batman vs Superman: A Origem da Justiça cativa por reunir os mais elementares heróis da humanidade. Você vai gostar do filme, afinal Batman e Superman são os primeiros heróis que você conheceu.

Mas quem dera o filme fosse tão poderoso quanto um confronto entre o Homem Morcego e o Homem de Aço deveria ser.

[taq_review]

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Personagem afeminado de Cavaleiros do Zodíaco será mulher em remake da Netflix.

Confira o que achamos da versão ilustrada de Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban em português.

Wanessa tá de clipe novo. E o clipe define o que "é ruim mas é bom".

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!