O curioso caso dos cantores que morreram aos 27 anos

Há diversos cantores “de peso” que morreram na tenra idade de 27 anos. Seria uma maldição ou apenas acaso?

Depois que Robert Johnson supostamente vendeu sua alma e morreu aos 27 anos, artistas como Brian Jones, Jimi Hendrix, Janis Joplin, Kurt Cobain e Amy Winehouse vieram a morrem com essa mesma idade. Seria uma maldição iniciada por Robert Johnson?

Kurt Cobain (Nirvana)

Morte: 5 de abril de 1994

O rock alternativo nunca foi o mesmo após Nirvana lançar o álbum Nevermind em 1991 e atingir atenção da mídia com o sucesso que o disco fizera naquele ano. Após a banda ter conquistado espaço no mainstream do cenário musical, empresários se voltaram para grupo de rock alternativos de Seattle, dessa maneira, bandas como Alice in Chains, Pearl Jam e Soundgarden conseguiram carona no grande sucesso iniciado por Nirvana.

Pela análise das composições da banda percebemos que Kurt Cobain sofria de depressão e tinha problemas em lidar com suas questões pessoais. Com isso, não seria uma surpresa para o público saber que o vocalista do Nirvana era viciado em drogas e álcool, assim como vários outros artistas presentes nessa lista.

Contudo, após anos tentando superar o vício e a depressão, Kurt comete suicídio ao ter uma overdose de heroína junto à uma arma que fora disparada contra seu rosto. O corpo foi encontrado dias depois da morte do cantor por um eletricista, junto ao corpo foi visto um bilhete suicida escrito por Kurt Cobain.

Pete Ham (Badfinger)

Morte: 24 de abril de 1975

Pete Ham e Tom Evans se tornaram amigos após se conhecerem em um pub nos subúrbios da Inglaterra, fundaram a banda The Iveys, que se passaria a se chamar Badfinger por ter um outro grupo de nome homônimo, e começaram uma parceria para a composição das letras.

Assinam com a gravadora de Paul McCartney em 1968 e começaram a ser gerenciados por Stan Polley. O grupo conseguiu chegar ao primeiro lugar das paradas no Reino Unido com sucessos como Without You, They’re Knocking Down Our Home e No Matter What.

No entanto, a sorte da banda tomou um outro rumo após os integrantes perceberem que foram enganados à medida em que as dívidas começaram a aumentar, dado que Stan roubara os lucros obtidos pelo grupo. Afogado em uma situação financeira grave, e sendo o responsável por deixar isso acontecer, Pete Ham arrumou uma solução de se livrar dessa culpa: escreveu uma carta em repúdio ao empresário e se enforcou em sua garagem, três dias antes do seu aniversário de 28 anos. Oito anos após a morte de Pete Ham, Tom Evans também comete suicídio ao morrer enforcado.

Depois de Kurt Cobain, um dos suicídios mais notáveis da indústria da música é de Pete Ham.

Robert Johnson

Morte: 16 de agosto de 1938

O estilo complexo de Robert Johnson o tornou uma lenda. Mas, algo mais lendário é a forma que, alegadamente, ela conseguiu suas habilidades musicais: através de uma negociação em que vendia sua alma para conseguir reconhecimento na música.

Embora a causa oficial de sua morte seja desconhecida, muitos acreditam que alguém veio buscá-lo para iniciar a maldição dos 27 anos, outros falam que um marido enfurecido colocou veneno na bebida do cantor após vê-lo conversar com sua esposa.

Amy Winehouse

Morte: 23 de julho de 2011

Qual era o estado de espírito de Amy Winehouse quando ela tomava seus últimos goles de vodca em casa em Londres no mês de julho é algo impossível de saber. Ela tinha dito que havia coisas as quais ela gostaria de fazer com sua vida, mas parecia que era incapaz de agir. Apesar de ser uma pessoa extremamente honesta e aberta, em muitos aspectos, ela sempre tinha sido cautelosa sobre sua vida pessoal.

Para os fanáticos em teoria de conspiração, Amy deu uma entrevista para Jonathan Ross, no começo da sua carreira, na qual ela revela que a indústria da música queria encaixá-la em formato triangular, porém ela recusou essa proposta, pois queria ter autonomia sob sua carreira musical.

Observando Amy, percebemos que há uma forte sensação de que ela estava doente de sua carreira. Assim como Jimi Hendrix e Kurt Cobain, Amy Winehouse acabou se tornando uma prisioneira de sua própria imagem.

Ron “PigPen” McKernan (The Grateful Dead)

Morte: 8 de março de 1973

Embora o Grateful Dead tenha permanecido em atividade da década de 60 até a de 90, nunca teriam sido a banda que conhecemos sem a ajuda do vocalista e fundador Ron McKernan e sua habilidade em tocar múltiplos instrumentos. Seus vocais e a influência do blues ajudaram a compor o formato do grupo no começo da carreira.

Podemos dizer que Ron é um dos poucos cantores do grupo dos 27 que não morreu por causa de problemas com drogas, no entanto, seu vício em álcool ocasionou graves problemas de saúde, o qual lhe custou a vida ao morrer de hemorragia interna em seu apartamento. Foi encontrado dois dias após o falecimento.

Brian Jones (The Rolling Stones)

Morte: 3 de julho de 1969

Embora tenha fundado a banda The Rolling Stones, Brian Jones eventualmente viu Mick Jagger e Keith Richards assumir o controle do grupo. Apesar de ser um músico de muito talento, ele logo se viu deixado de lado no cenário musical.

Com isso, seu abuso de drogas e álcool aumentou, ele se distanciou cada vez mais dos integrantes a ponto de ser demitido da banda. Em julho de 1969, Brian Jones foi encontrado morto em sua piscina, a causa da fatalidade permanece sem solução, no entanto, muito acreditam que isso foi consequência de sua irresponsabilidade e abuso de drogas.

Janis Joplin (Big Brother and The Holding Company)

Morte: 4 de outubro de 1970

Seu sucesso com Big Brother & The Holding Company, bem como sua carreira solo não foram suficientes para ajudá-la a superar sua longa batalha contra as drogas e o álcool.

É certamente fácil imaginar Janis se sentindo sozinha quando ela voltava para o seu quarto de hotel em Hollywood após uma sessão com a gravadora. Na canção A Woman Left Lonely, uma de suas últimas músicas, ela descrevia sua situação emocional ao saber que seu namorado não era exatamente quem ela esperava e a levava como garantia.

Por volta da 1 hora da madrugada, Janis aplicou heroína em seu braço esquerdo e foi comprar um pacote de cigarros no hotel. Ela chegou em seu quarto, colocou os cigarros no criado-mudo e chegou a se despir antes que o efeito da droga conseguisse fazê-la desmaiar, acertar seu rosto em cima na mesa, cair no chão e morrer de overdose.

Jimi Hendrix (The Jimi Hendrix Experience)

Morte: 18 de setembro de 1970

Não há dúvidas sobre a genialidade musical de Jimi Hendrix, não apenas com sua ideia inovadora com toques vanguardistas, mas também por ser um guitarrista incomparável, que inspira gerações de músicos, mesmo após 45 de sua morte. Com isso, pensamos o que mais Jimi Hendrix poderia ter contribuído para a música se ele não tivesse se juntado ao grupo das pessoas que morreram aos 27 anos.

Conhecido por ser um exímio artista, Jimi também era lembrado pelo seu constante abuso de drogas. Durante uma noite em que estava hospedado em um hotel, ele tomou cerca de nove pílulas para dormir, sendo que apenas uma era o suficiente para uma pessoa descansar por oito horas, além disso, ele havia bebido naquela noite, a combinação imprudente de todas essas substâncias foi o suficiente para tirar a vida de Jimi Hendrix.

Jim Morrison (The Doors)

Morte: 3 de julho de 1971

Exatamente dois anos após a morte de Brian Jones, Jim Morrison morre por circunstâncias parecidas, se tornando o quarto artista a falecer a se juntar ao grupo dos 27, em dois anos.

Por causa da impulsividade de Jim Morrison, a banda The Doors conseguiu atingir o sucesso, levando certa controvérsia por onde se apresentavam. O som do grupo continua sendo atual e exerce influência para muitas bandas que estão em início de carreira. Em suma, The Doors tinha o suficiente para deixar um legado maior no cenário musical, se não fosse pelas escolhas pessoais feitas por Jim Morrisson, o qual tinha uma vida afundada em drogas.

No dia 3 de julho de 1971, o vocalista foi encontrado morto em sua banheira, como não foi realizada nenhuma autópsia em seu corpo, existem várias teorias sobre a possível causa de sua morte, que vão desde um ataque cardíaco até overdose de drogas.

Seja por mera coincidência ou simplesmente fator gerado pela teoria de conspiração, esses foram alguns dos grandes nomes da música presentes nesse “clube dos 27”, no entanto, a lista de membros é maior e continua a crescer, alguém arrisca dizer quem seriam os próximos nomes a se juntar nesse famoso grupo?

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Personagem afeminado de Cavaleiros do Zodíaco será mulher em remake da Netflix.

Confira o que achamos da versão ilustrada de Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban em português.

Wanessa tá de clipe novo. E o clipe define o que "é ruim mas é bom".

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!