O implacável Kiefer Sutherland

Kiefer Sutherland Profile

Ficha Corrida

Nome completo: Kiefer William Frederick Dempsey George Rufus Sutherland

Apelido: Reefer (“cigarro de maconha”, na época do colégio)

Idade: 44 anos

Altura: 1,75m

Signo: Sagitário

Estado civil: Divorciado

Banda predileta: Queen

Bebida favorita: Coca-Cola e whiskey

Time do coração: Toronto Maple Leafs (hóquei)

Esta é a sua vida

Como vimos lá em cima, Kiefer tem nome de rei e nasceu na terra da rainha (Londres) no dia 21 de dezembro de 1966, filho da lenda do cinema Donald Sutherland e da atriz de teatro Shirley Douglas, ambos canadenses.

Quando Kiefer tinha 4 anos, seus pais se divorciaram e ele se mudou de Los Angeles para Toronto com a mãe e sua irmã gêmea, Rachel, que hoje é supervisora de pós-produção de um canal de TV da cidade. Na época, Kiefer dividia seu tempo livre entre acompanhar sua mãe nos palcos e seu pais nos sets de filmagem.

Assim, com 15 anos, ele já começava a atuar profissionalmente e em 1984 conseguiu seu primeiro papel de destaque no drama The Bay Boy, que lhe rendeu o prêmio Genie — o equivalente canadense ao Oscar.

Vendo que levava jeito para coisa, Kiefer tratou de voltar para Los Angeles, onde acabou se tornando o vilão de vários clássicos da sessão da tarde como Conta Comigo e Os Garotos Perdidos.

Em 1988, com apenas 21 anos, Sutherland casou-se com a atriz Camelia Kath, que tinha conhecido no set de A Hora de Matar e, no mesmo ano, tiveram uma filha, chamada Sarah Jude em homenagem a atriz Sarah Jessica Parker e ao amigo e músico Jude Cole. O casamento só durou 2 anos.

Em 1990, o ator estrelou o blockbuster Linha Mortal ao lado com um elenco de peso em que se destacavam Kevin Bacon e Julia Roberts. Além do filme, Kiefer e Julia foram os astros do primeiro mega-romance hollywoodiano, bem nos moldes daquele vivido por J. Lo e Ben Affleck (ou Bennifer). Os dois chegaram a ficar noivos, mas 3 dias antes do casamento, ele foi abruptamente cancelado. e ninguém nunca soube realmente o que aconteceu.

Kiefer seguiu então sua carreira com filmes de sucesso, como Questão de Honra (1992) e Os Três Mosqueteiros (1993), no qual Kiefer se apaixonou novamente, mas dessa vez por… cavalos. E ele aproveitou a “maré baixa” em Hollywood para se dedicar a eles em seu rancho em Montana.

Em 1996, Kiefer resolveu dar nova chance ao amor e casou-se com a canadense Kelly Winn, uma ex-modelo. Um ano depois disso, de volta a Toronto, ele resolver dar uma nova chance ao teatro também e estrelou uma produção de Tennesse William ao lado de sua mãe.

Um dos maiores atrativos da série é que aqui está um cara que é normal de muitas maneiras, mas por causa de sua profissão, é colocado em situações extraordinárias em que ele tem que fazer a coisa certa com ações e pensamentos. É isso que é atraente em Jack — ele assume o comando.

De volta a Hollywood e decidido a não aceitar qualquer papel, ele começou a fazer personagens coadjuvantes e, com isso, fez parte de filmes respeitáveis como Olho por Olho com Sally Field, Tempo de Matar com Sandra Bullock e Sem Saída ao lado de Reese Witherspoon.

Mesmo assim, Kiefer ainda não estava feliz com seu trabalho e decidiu voltar sua atenção novamente aos cavalos em 1998, participando de competições de rodeio e, para provar que ele sempre alcança sucesso no que faz, ele tirou o primeiro lugar em uma delas.

Em 2000, Kiefer resolveu retornar a Hollywood e logo ficou sabendo que seu amigo, o diretor Stephen Hopkins, estava dirigindo o piloto de uma série inovadora chamada 24 Horas. Então, encorajado pelo amigo, Kiefer “virou” Jack Bauer.

24 Horas foi seu primeiro trabalho em séries de TV e sua poderosa interpretação do agente anti-terrorismo lhe rendeu sucesso de crítica e prêmios, muito prêmios. Entre eles, o Globo de Ouro em 2002, o Emmy de 2006 — depois de 5 indicações consecutivas — e o SAG de 2004 e 2006.

Apesar da carga de trabalho pesada que tem na série — quando estava gravando, ele passa 15h por dia, 6 dias por semana no set de 24 Horas — ele ainda tem tempo de continuar sua carreira no cinema. Mas se na telinha ele é o herói, na telona ele acaba sendo o vilão, como aconteceu em Por Um Fio e Roubando Vidas.

Na vida real, Kiefer também já fez papel de vilão, mas ele se redimiu logo. Em 2007, ele foi preso por dirigir embriagado e foi sentenciado há 48 dias de prisão. Sem pensar duas vezes ou barganhar, ele decidiu começar a cumprir sua pena imediatamente e acabou passando Natal, Ano Novo e seu aniversário no xadrez.

Recentemente, Kiefer se juntou ao elenco do novo filme de Lars von Trier, Melancholia, que trará também Kirsten Dunst e Alexander Skarsgaard e começará a ser rodado na Suécia em julho deste ano.

E fique ligado, o último episódio de 24 Horas vai ao ar dia 24 de maio nos Estados Unidos.

Sobre o Autor

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Confira o que achamos da versão ilustrada de Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban em português.

Wanessa tá de clipe novo. E o clipe define o que "é ruim mas é bom".

The Handmaid's Tale voltou!!! O que rola de novo nesta temporada? Descubra mas SEM SPOILER!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!