Os 5 momentos mais perturbadores das séries

SPOILERS: True Blood já teve muitas cenas de sexo e violência, mas nenhuma delas combinou esses dois elementos de maneira tão perturbadora quanto o terceiro episódio da série, no qual Bill não consegue controlar seu desejo por Lorena, ao mesmo tempo, que não consegue conter seu ódio por ela. A solução: girar sua cabeça 180º para não ter que encará-la enquanto transa com ela. Arrepiante!

Mas não foi só essa cena que nos fez sentir um tanto de repulsa diante da telinha. Será que você se lembra de alguma das cenas que vem a seguir?

5. A grande revelação — V (original)

Os aliens chegaram para nos destruir, claro, mas primeiro somos apresentados a sua líder Diana (Jane Badler) fazendo pobres periquitos de lanchinho e arrancando sua pele humana para revelar o réptil que existia “dentro dela”. Mesmo que hoje, a cena possa parecer “tosca”, a sua época, ela foi sim assustadora, bem diferente da comédia involuntária protagonizada por Anna nessa versão nova.

4. Beecher dá um mordidinha — Oz

Meninas, cubram os olhos e os meninos… bem, melhor cobrirem outra coisa! A season premiere da segunda temporada do drama de prisão Oz da HBO continha um momento de agressão que até hoje assombra os homens. Beecher (Lee Tergensen) é acordado no meio da noite e forçado por seu novo e intimidador colega de cela a fazer sexo oral nele. Beecher se sujeita… até que ele morde a ponta do você-sabe-o-que do cara e, desafiante, a cospe fora. É o tipo de comportamento que lhe garante uma viagem à solitária — além de muitas caretas dos espectadores masculinos.

3. Família Peacocks — Arquivo X

Os Peacocks são como qualquer outra família americana… exceto pelo fato de que eles são mutantes e a mamãe vive debaixo da cama. Quando Mulder e Scully a tiraram de lá, o momento foi tão horripilante que a Fox baniu o episódio de suas reprises. E dizem que tem muito eXcer por aí que ainda hoje tem medo de olhar debaixo de sua própria cama com medo do que pode encontrar por lá.

2. Mais problemas com o avião — Lost

Nós ainda estávamos desorientados e confusos com a queda do voo 815 da Oceanic, enquanto assistíamos suas vítimas tropeçarem nos destroços do avião espalhados pela praia. E então, uma delas — mais tarde, descobriríamos que seu nome era Gary Troup — é sugada pela turbina, causando sua explosão e resultando em mais estragos e desmembramentos. Nós, definitivamente, não estávamos preparados para isso quando nos sentamos em frente a TV naquela noite de setembro de 2004.

1. O massacre no Seattle Grace — Grey’s Anatomy

Aqui não foi apenas um momento perturbador, mas um episódio inteiro onde os espectadores não tiveram folga. A própria criadora Shonda Rhimes disse que a experiência de escrever esse episódio foi demais para ela. E olha que poderia ter sido pior: em uma primeira leitura, o atirador Sr Clark mataria Bailey. Se bem que mesmo sem a morte, essa é uma das cenas mais eletrizantes do episódio.

Sobre o Autor

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Confira o que achamos da versão ilustrada de Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban em português.

Wanessa tá de clipe novo. E o clipe define o que "é ruim mas é bom".

The Handmaid's Tale voltou!!! O que rola de novo nesta temporada? Descubra mas SEM SPOILER!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!