Outlander 2×07 — Faith

Em Faith, Outlander se despede de Paris e ruma para onde nunca deveria ter saído.

Se esse for o preço a ser pago pela minha virtude, some ao resto das coisas que eu já perdi em Paris” — FRASER, Claire

Confesso que não estava preparada para o que aconteceu em Outlander. Foi um episódio extremamente emotivo mas muito bem trabalhado pelo elenco e, principalmente, por Caitriona que simplesmente se colocou no patamar das grandes atrizes da televisão mundial. Estou ainda perplexa com a sua atuação.

Em Faith, a serie nos engana mostrando Claire e a filha em 1954. Que menina linda, ruivinha e a cara do pai. Só que na cena seguinte somos nocauteados com o nascimento prematuro do bebe. Que cena horrível. Quanto sangue! Chorei por Claire e por ela ter que passar por aquilo sozinha.

Jamie está preso, ele cometeu um crime inafiançável e pode nunca mais ver o sol do dia. Sentimos raiva dele mas seu coração é nobre e Fergus (tadinho) conta toda a verdade. Jack Randall abusa do menino e Jamie exige um duelo. O resto da história nos já conhecemos, exceto que Randall está vivo (que bom! Quero mais Tobias em cena).

A única chance de livrar Jamie é pedir o perdão real e isso implica em abrir as pernas para o Rei, literalmente. Claire, que já passou por coisa pior, aceita a condição e o que vemos a seguir é uma das cenas mais bizarras de Outlander.

O Rei pede para que a Dame Blanche fale se os prisioneiros são bruxos. Raymond e St. Germain aparecem e Claire improvisa a sua melhor bruxaria até agora. Que bizarro pensar que antigamente as pessoas eram condenadas por simples boatos ou fofocas.

Claire prepara uma poção inofensiva e diz que quem tomar e morrer é culpado. Algo dá errado porque o colar dela fica preto e a poção para St. Germain tem veneno. Raymond é salvo e Claire ganha o perdão real para Jamie. Sem antes pagar o preço por isso (fechamos os olhos juntos de Claire, ninguém merece esse Rei).

Quando Jamie aparece e percebe que a mulher não está mais grávida o que presenciamos foi uma aula de interpretação de Caitriona. Sem exagerar na atuação ela conta que segurou a filha morta no colo, cantou para ela e a devolveu para a freira. Conseguimos sentir a dor em cada silaba proferida e em cada respiração.

Jamie só tem a agradecer e pedir perdão. Não há nada mais a ser feito. Paris tirou muito dos protagonistas. Ambos saíram machucados e a única coisa a ser feita é voltar para a Escócia.

Jamie e Claire se despedem da filha e, pelo o que tudo indica, voltam para casa. Espero que eles levem Fergus e nunca mais pisem em Paris.

E vocês? Curtiram? Então não deixem de assistir a promo do próximo.

[taq_review]

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER