Resident Evil 0: O terror está de volta!

Capcom acerta com Resident Evil 0 ao apostar mais uma vez nos remasters dos jogos clássicos.

No thanks, doll-face. I’ve already worn handcuffs” — COEN, Billy.

Após o sucesso que foi o lançamento de Resident Evil HD Remaster, a Capcom lançou Resident Evil 0, que originalmente saiu em 2002 exclusivamente para o game cube e posteriormente, em 2009, para o Wii.

Resident Evil 0 conta a história da missão da equipe Bravo antes dos acontecimentos do primeiro jogo, na mansão Spencer. Tudo começa quando o S.T.A.R.S. envia a equipe Bravo para investigar a recente onda de crimes canibais que estava acontecendo nas montanhas Arklay, na periferia de Raccoon City.

Após fazerem um pouso forçado no meio da floresta por problemas técnicos, algo bem característico de Resident Evil, a equipe encontra uma van da polícia destruída, que estava transportando o prisioneiro Billy Coen para sua execução por assassinato. Liderados por Enrico Marini, a equipe se separa para investigar a área, dando assim início ao jogo.

No game você controla Rebecca Chambers, membro de auxílio médico da equipe Bravo. A personagem encontra um trem abandonado no meio da floresta, deparando-se com Billy, e juntos se dão conta da situação em que se encontram, decidindo que é melhor cooperarem um com outro para sobreviver.

O enredo do jogo se destaca por contar a origem de toda a franquia de Resident Evil, com personagens icônicos da série, como Albert Wesker. O game se preocupa em contar como o T-Virus foi criado, revelando os estágios iniciais com testes ainda em animais e insetos, que vão dar muito trabalho ao longo do game.

A trilha sonora, apesar de bem feita, é muito repetitiva. Ela muda quando inimigos mais fortes aparecem, dando uma sensação de pânico e urgência, sendo muito bom no início, mas com o tempo acaba ficando chato e tirando um pouco da surpresa.

Os gráficos estão muito bons para um remaster de um jogo de 2002, apesar disso, existem certos momentos em que é possível ver inimigos atravessando paredes, itens do cenário pixelados e deformações em alguns personagens. Sofrendo do mesmo problema do remaster anterior, as CGs não foram refeitas, destoando bastante do resto do game e tirando um pouco do brilho.

Seguindo o mesmo modelo do seu irmão de remaster, a Capcom permite a escolha da jogabilidade, sendo possível jogar com a clássica, mais limitada, ou a moderna, mais livre e fácil.

Com um alto nível de dificuldade, é preciso economizar muita munição e pensar bem em qual inimigo matar. Em vários momentos você passará por situações em que será preciso derrotar alguns inimigos, mas sem uma bala sequer para usar.

Em Resident Evil 0 você não controla apenas um personagem, mas sim dois, podendo alternar livremente entre eles. No jogo é necessário usar as habilidades específicas de cada um para poder resolver determinados enigmas e derrotar certos inimigos, sendo essa a melhor característica do jogo.

O clássico baú para guardar os itens foi extinto, agora é necessário deixá-los espalhados pelo chão, isso não é nada prático e atrapalha bastante, pois é muito ruim ficar andando e pegando item por item.

Apesar de ter pontos negativos, Resident Evil 0 vale a pena ser jogado é indispensável para quem é fã da série, a Capcom está apostando na nostalgia com o lançamento dos remasters e está acertando em cheio. Conforme noticiamos no BOXPOP, a remasterização de Resident Evil 2 já está em andamento.

Confira o trailer do jogo.

Abaixo está nossa nota ao jogo. Deixe a sua também!

[taq_review]

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER