RPDR All Stars — 2×04 Drag Movie Shequels

Drag Movie Shequels coloca drag queens para encenar sequências de filmes clássicos em um desafio que se abstém de exigir qualquer talento de suas participantes.

Esta segunda temporada de RuPaul’s Drag Race All Stars precisa de desafios que exijam mais das competidoras. Drag Movie Shequels é um episódio que nos mostra o porquê disso.

Separadas por livre e espontânea vontade em duplas, as competidoras precisavam encenar sequências de filmes clássicos. O desafio não estabelecia nenhum objetivo extra, como foi em HERstory of the World, em que, apesar de se apresentarem juntas, cada Drag Queen deveria dar um jeito de roubar a cena.

RuPaul permitiu que as queens escolhessem suas duplas porque, no fim das contas, elas seriam julgadas individualmente. Essa decisão nunca foi de fato explicitada, porque poderia ser conveniente para o programa julgar as duplas, se fosse necessário. Além disso, deixar que elas escolham com quem querem trabalhar faz parecer que o programa está se abstendo de manipular o programa. Pura ilusão e um erro grosseiro da produção do programa, que ao menos poderia ter investido em duplas que rendessem alguma narrativa, como Phi Phi e Alyssa.

As gravações correm sem transtornos, bem diferente de como é quando temos novatas tendo que aprender a decorar textos ou superar obstáculos com a dicção ou a linguagem, e isso torna o desafio principal tedioso como um todo. Phi Phi e Alaska apresentam bom desempenho e encabeçam as melhores da semana, sem qualquer questionamento.

No entanto, Katya ter ido parar no bottom soa estranho. Frente as câmeras, não é possível dizer que ela teve um desempenho ruim. Porém, na passarela, Katya causou mais impacto que Detox graças a sua atenção aos detalhes ao remover a franja e revelar um pentagrama e dentes pretos. Se Detox foi salva, Katya, no mínimo deveria ter tido o mesmo destino.

Mas estamos falando de RuPaul e manipular o programa serve para inflamar suas emoções. Uma pena que esta temporada esteja errando demais nesse aspecto. Mas aqui temos uma mensagem bem clara sobre o destino de Katya: ela não leva esta temporada. Indo pela segunda vez para o bottom, é muito difícil imaginarmos ela como vencedora do programa, e RuPaul’s Drag Race está deixando isso claro para nós ao colocá-la arbitrariamente dentre as piores do episódio.

E já que falamos da passarela, o tema era inspirado em Violet e as queens deveriam trazer um figurino que se transformasse em outro. Das menções honrosas estão Phi Phi, que trouxe um tema bastante interessante para seu figurino; Katya, que apesar de simples carregou a marca registrada de seu humor; e Roxxxy, que mesmo mais magra continua provando conhecer seu corpo muito bem, abusando dos cortes e nas fendas.

Das menções honrosas, mas com ressalvas, temos Alyssa, cujo tema era bastante interessante, mas parecia fora de contexto, ou longe do que seu drag simboliza; Detox, que não deveria ter removido a cauda do vestido; e Alaska, que apesar de ter sido brilhante e perspicaz ao se vestir de Lil Poundcake, simplesmente não cumpriu o requisito de apresentar dois figurinos.

No entanto, Alaska praticamente não precisa se preocupar com a competição. Ela tem se mostrado preparada até demais para os desafios do programa. Sua apresentação na passarela revela isso com clareza, e é muito possível que ela tenha mais cartas na manga como essa. Alaska sabe entreter e está usando o programa a seu favor.

Mas agora temos que voltar a toda a situação de Phi Phi, que tem saído fora de controle de todos os jeitos possíveis. O episódio começa com uma pequena tensão sobre a decisão de Alyssa em salvar Katya e eliminar Ginger.

Todas as competidoras se preocupam com a decisão de Alyssa, mas é Phi Phi quem ganha tempo de tela para contra argumentar o que aconteceu na eliminação. A argumentação de Alyssa é suficiente para justificar suas escolhas, mas também é a de Phi Phi (e a das demais competidoras). O único momento em que Phi Phi parece fora da linha é quando elas retornam para o workroom e Phi Phi insiste em comentar sobre o assunto.

Fora do programa, Roxxxy e Alaska têm defendido Phi Phi contra a edição do programa. Seu suposto monólogo no fim do episódio era, na verdade, um bate-papo com suas colegas de Drag Race sobre sua decisão de eliminar Alyssa. Mas o programa cortou as perguntas para fazer parecer com que Phi Phi estivesse destilando veneno.

Phi Phi também tem sido muito criticada por não ter optado por conversar em particular com Alyssa, Roxxxy e Katya antes de dublar pelo seu legado. Vamos ser sinceros, essa parte do episódio é um circo sem propósito e sem coerência. Se todas combinaram que iriam eliminar aquela que tivesse recebido mais críticas dos jurados, de que adiantaria conversar com elas?

É claro que esse bate-papo é forçado pelo programa para que o episódio renda um Untucked, mas tudo o que ele faz é consumir tempo de episódio que poderia ser usado de forma mais frutífera, fazendo com que ao menos os episódios não parecessem tão corridos (se vocês perceberem, as queens entram na passarela na marca dos 15 minutos de episódio. Isso é muito cedo!).

Com esse tratamento que tem recebido, Phi Phi declarou que não irá participar do reunion do programa. Adore também não deve participar da final (já que ela também não tem estado presente nas ações promocionais que o elenco tem feito para divulgar All Stars 2), e isso mostra o quanto esta temporada tem sido deficiente como um programa de entretenimento. Maior prova disto é que este é o quarto episódio e apenas neste o Lip Sync foi digno do programa.

Se estamos colocando as melhores para dublar, não é estranho que a qualidade das dublagens tenha caído?

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

A Fazenda voltou e o que esperamos? Memes! Mas será que os novos memes superam estes??? Clique e assista agora.

Será que você sobreviveria em American Horror Story 1984? Assista ao vídeo e prepare-se para a nova temporada.

Curiosidades de Euphoria, a série BAFOOOO da HBO.

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER