Scandal 5×14 — I See You

Em I See You, Olivia finalmente começa a ser a velha e boa dona do escritório mais temido de Washington.

Precisamos intensificar a investigação em Jake.” POPE, Olivia

Scandal está em crise de identidade. Nada preocupante, mas continuar insistindo em Olivia surtando com Jake vai dar uma canseira em todos nós. A parte boa é que agora a série entrou no universo das eleições de cabeça e até um protótipo de Trump foi criado. Não vejo a hora dos debates começarem.

Em I See You vemos o tanto que Jake é bom no que faz. Papa Pope treinou o menino bem, porque ele é capaz de enganar qualquer pessoa, até mesmo Olivia, duas vezes. Essa historinha de que ele esbarrou na noiva e depois se encontraram, sem querer, novamente está muito estranha.

Dito e feito. Liv demorou um episódio inteiro, mas no fim saiu da fumaça negra e entendeu que realmente existe muita coisa escondida ainda. Jake e Rowan são a forma mais bizarra de pai e filho que possa existir, eles estão tramando algo e as consequências podem ser devastadoras. É triste pensar que Ballard pode ser um vilão mercenário. No meu mundo ideal ele ama Olivia e os dois ainda estão na ilha deserta (bons tempos).

As coisas não andam muito bem na OPA. Quinn sentiu a pressão e deu uma surtada. Nada exagerado, até porque ela tem razão. Olivia abandonou a equipe sim. Se fechou no mundo dela e não se comunicou com mais ninguém. Precisou que Huck desaparecesse (e confesso ter ficado com medo dele) para que as duas se resolvessem.

Liv sempre foi generosa com a equipe e assumir que Quinn é o coração do escritório e que ela confia nela foi muito bonito. E ela é mesmo. Sem Quinn nada funcionaria. Confesso que sinto falta da época em que a OPA cuidava de clientes perversos e cheio da grana. Quando ela usava a sua influência na Casa Branca para manipular todo mundo, mas ok, vamos esperar que episódios melhores virão.

Quem divou mesmo, para meu espanto, foi Abby. Ela saiu do casulo e virou um furacão. Sentiu o cheiro de traição, foi atrás da fonte e confirmou que Cyrus trabalhava para o inimigo. A cena dela com Fitz foi uma das melhores do personagem, e pensar que um dia ela já foi um pessoa assustada e traumatizada. Que evolução, amiga!

Com Cyrus comandando a campanha de Vargas, Mellie sem saber se controlar e Susan engatinhando ainda, as eleições deram espaço ao cara mais nojento desse mundo. Hollis é a versão televisiva de Donald Trump, e pensar que um homem como esse pode se tornar o homem mais poderoso do mundo é assustador. Scandal faz um favor em colocar essa trama no ar e usar todo o seu poder.

O jogo começa a ficar sério. Scandal precisa ter mais ganchos surpresas e engajar o publico. Competência eles têm de sobra e personagens sólidos também. Agora é a hora!

E você? Curtiu? Então não deixe de assistir a promo do próximo episódio.

[taq_review]

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

A Fazenda voltou e o que esperamos? Memes! Mas será que os novos memes superam estes??? Clique e assista agora.

Será que você sobreviveria em American Horror Story 1984? Assista ao vídeo e prepare-se para a nova temporada.

Curiosidades de Euphoria, a série BAFOOOO da HBO.

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER