Scream 2×02 — Psycho

Scream pisa no freio e diminui consideravelmente o ritmo da trama em Psycho.

Isso é o que acontece? Tudo se fecha em você e de repente não consegue mais sair? […] É isso que está acontecendo comigo? Serei uma pessoa perturbada para o resto da minha vida?” DUVAL, Emma

Temos que entender que a MTV criou um pequeno problema para série esse ano. Ao invés dos dez episódios esperados, teremos catorze. E sim, isso pode ser um problema, já que séries com quantidades elevadas de episódios tendem a enrolar o enredo para ganhar tempo.

De qualquer forma, Scream não fez feio no critério enrolação, Psycho foi um episódio bem aproveitado em vários sentidos, mas principalmente no desenvolvimento dos personagens principais e das tramas paralelas inseridas no episódio anterior. No entanto, o episódio em si — após contabilizarmos todos os prós e contras — não conseguiu convencer.

Apesar de ter sido muito bem editado e de ter apresentado uma produção digna de um filme de terror adolescente, o roteiro peca com problematizações despropositadas e introdução forçada de personagens forçados.

Começando pelas partes da trama que realmente foram bem desenvolvidas, precisamos falar de Brooke. Não é só porque a garota má da escola é a preferida do público que a trama dela é exatamente boa. Na verdade, a busca dela por Jake, seus problemas com o pai e a interação com o novo filho do xerife foram pobres, mas o desenvolvimento da personagem em si foi excelente.

O que grande parte do público deixou de notar foi que os #LakewoodSix/Five ainda estão tentando superar os acontecimentos da primeira temporada, inclusive Brooke, por isso vimos seu comportamento transformado e a moça parece estar em uma jornada para se melhorar, mesmo que vários fatores de sua vida a influenciem no sentido contrário.

Noah também anda um tanto mudado. O nível de humor do rapaz não diminuiu tanto, mas podemos apostar que ele está se escondendo atrás do podcast, que inclusive pode colocá-lo em situações perigosas daqui para frente. Seguindo a dica já dada por Audrey, o garoto precisa de uma boa noite de sono. É notável que em todas as cenas ele aparece mais pálido que o comum e com olheiras profundas.

Psycho

Toda a trama envolvendo Audrey também foi bem trabalhada, e nos deixa na dúvida se a garota não está tendo um surto psicótico influenciado pela culpa. Tudo bem que ela e Noah chegaram a levar as primeiras mensagens do novo assassino para a polícia, mas ela não poderia de alguma forma ter desenvolvido uma dupla personalidade digna dos melhores filmes de terror e estar atormentando a si mesma? Parece uma aposta um tanto complexa para uma série como Scream, mas o primeiro episódio desse ano já mostrou que com a troca dos showrunners tudo pode acontecer.

Psycho

Tirando estes pontos bem trabalhados que deram uma animada no episódio, agora temos que falar dos problemas que fazem Psycho ser considerada levemente ruim.

Emma continua sendo um problema como protagonista. Todas as suas cenas tendem parecer forçadas, extremamente despropositadas e já colocam a garota e a mãe em primeiro lugar como as personagens com ideias mais estúpidas da série.

Sim, sua filha adolescente que sobreviveu a um massacre há apenas alguns meses atrás chega em casa perturbada com a possibilidade de estar sendo perseguida novamente. O que você faz? Obviamente voltam apenas as duas para o lugar onde a garota supostamente viu seu novo perseguidor, com bônus de colagens bizarras em uma casa abandonada que ela não deveria ter entrado em primeiro lugar.

Até aí se justifica a necessidade de brincar com o psicológico da personagem, que resolveu pedir conselhos para a professora, suspeita, que incentiva Emma a enfrentar seus medos. E é claro, já que superamos o medo da Piper aqui na beira desse lago no meio do nada, vamos fazer sexo no carro. Nós entendemos que seu namorado é o Kieran, mas depois de uma temporada inteira de mortes talvez fosse mais aconselhável procurar um quarto.

Psycho

E por falar no Kieran, a inclusão do primo e da tia bizarros, que nos foram forçados com comportamentos suspeitos, mas que provavelmente serão apenas dois aproveitadores tentando roubar a vida do cara que acabou de perder o pai.

No fim das contas, a entrada de novos personagens e a volta do pai da Emma servem mesmo para aumentar o número de vítimas em potencial. Afinal, todos gostamos mesmo é de um bom banho de sangue. Não tivemos um novo corpo em Psycho, isso quer dizer que alguém morre em Vacancy? Veja a promo do episódio abaixo e não se esqueça de dar uma nota para este episódio.

[taq_review]

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Personagem afeminado de Cavaleiros do Zodíaco será mulher em remake da Netflix.

Confira o que achamos da versão ilustrada de Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban em português.

Wanessa tá de clipe novo. E o clipe define o que "é ruim mas é bom".

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!