The X-Files 3×17 — Apocrypha

Apocrypha aprofunda a intrincada trama iniciada no episódio anterior.

Será que tem alguém no mundo que não esteja procurando por Krycek?” — SCULLY, Dana.

Quem poderia imaginar, quando separaram Mulder e Scully durante a segunda temporada, que Krycek, aquele agente sem graça, se tornaria tão importante para a trama de The X-Files? Primeiramente, o público não gostou dele simplesmente porque estava num posto que Scully tinha conquistado com todas as honras. Depois, foi-se percebendo que além de chato, ele era mal caráter, para enfim tornar-se um dos personagens mais odiados de toda trama.

Podemos dizer que na escala de ódio contra os vilões, Krycek e o Canceroso estão empatadíssimos até o momento.

Porém, em Apocrypha nem se pode culpar Krycek inteiramente. Não que ele tenha entrado nesse arco como um cara bonzinho. Acertadamente, os roteiristas deram segmento aos acontecimentos do início da temporada e finalmente, conhecemos o destino da fita que havia sido roubada em um atentado contra Skinner.

Enquanto Mulder, mesmo sem saber, torna-se parceiro da entidade alienígena — ao conduzir Krycek de volta aos Estados Unidos. Scully estreita seus laços com Skinner. É interessante acompanhar a relação entre eles dois, que vai passando de uma desconfiança plena a um sentimento de proteção mútuo.

A questão é que Skinner corre perigo diante da figura do mesmo homem que matou Melissa Scully. Os eventos que envolvem Mulder e Scully separadamente acabam convergindo na figura do Canceroso, cuja relação com eventos semelhantes remontam à sua juventude (e não podemos esquecer da presença do ‘papai Mulder’ naquela primeira cena, comprovando que ele tem as mãos tão sujas quanto o inimigo de seu filho).

Diante de tanta sombra é muito bom ver a presença dos Pistoleiros Solitários trazendo o companheirismo que é tão raro às relações de Mulder e também um pouco de humor para o episódio. Um contraponto ao clima tenso e desconfiado que predomina no Sindicato. Todas as ações do Canceroso parecem trazer algum risco para os demais. O receio entre eles é tão forte que acabam dando informações para Mulder, mesmo sabendo de seu interesse em expor à verdade.

Enquanto Krycek/Vírus Alienígena e o Canceroso negociam seus interesses entre si, Scully ao tentar proteger Skinner de mais um atentado, tem a chance de ficar de frente ao homem que matou sua irmã. Gillian Anderson traz em sua atuação toda a intensidade e conflito que a personagem carrega — entre ser justa ou se vingar. A justiça prevalece, ao menos em sua atitude, mas não no destino do sujeito, que é encontrado morto dentro da prisão.

Já os dois agentes, mais uma vez chegam muito próximos à Verdade que tanto procuram, sendo impedidos novamente pelo Canceroso, enquanto o Vírus chega ao seu destino. E é com um misto de satisfação e piedade que vemos Krycek, preso após ser descartado pela entidade alienígena que, finalmente, chega ao seu destino.

A seguir, cenas do próximo episódio:

[taq_review]

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

A Fazenda voltou e o que esperamos? Memes! Mas será que os novos memes superam estes??? Clique e assista agora.

Será que você sobreviveria em American Horror Story 1984? Assista ao vídeo e prepare-se para a nova temporada.

Curiosidades de Euphoria, a série BAFOOOO da HBO.

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER