Vikings 4×08 — Portage

Portage foi o grande banho de sangue da quarta temporada — até agora.

Enquanto meu irmão estiver vivo, ele não será derrotado.Rollo

Os vikings estão com os nervos a flor da pele após a derrota para os cristãos. Além do orgulho ferido, muitos culpam Ragnar pelo fracasso, ele se deixa levar pela pressão e um furacão de emoções o levou a perder totalmente as estribeiras.

Foi bastante surpreendente ver Yidu pagar com a própria vida só por enfrentar o líder, mas mais surpreendente ainda foi saber que seus dois filhos presenciaram tudo. Ver seu pai matar alguém com certeza muda sua percepção sobre tudo, ainda mais se ele agir como Ragnar e fingir que nada aconteceu. Ele precisa urgente de um amigo que chegue em seu ouvido e diga “Ragnar, pare… Apenas pare.”.

Em uma pequena briga de egos, Ragnar desafia Floki a colocar em prática um de seus planos mais fantasiosos, mas que aparentemente tem tudo para dar certo e pode ajudar os vikings a vencer os parisienses.

Aliás, fica a cargo de Paris a segunda morte surpreendente de Portage. Diferente de Yidu, que morreu por mãos descompensada e passionais, Conde Odo foi vítima de um golpe que, antes de matá-lo, fez questão de trazer a tona a dor que seus desejos mais obscuros causavam. E que cena foi o assassinato de Conde Odo! Agoniante e com interpretações impecáveis.

Nisso tudo, quem continua ganhando é Rollo. Conquistou a confiança d’O Imperador, ganhou o principal cargo de defesa de Paris e será papai! Todos brindam à primeira criança franco-viking, um laço criado por Rollo e Gisla e que com certeza mudou todos os rumos da história europeia — pelo menos na trama de Vikings.

Enquanto isso, Wessex e seu líder também fazem movimentações estratégicas importantíssimas. Após trair a confiança da rainha e deixar bem claro que só se importava com ela por causa de seus filhos, Ecbert indiretamente coloca Judith no enrosco todo e Portage, mais uma vez, surpreende o espectador ao transformá-la em homicida. O assassinato de Cwenthryth deixa totalmente nas mãos de Ecbert uma de suas peças mais cobiçadas no jogo da estratégia e dominação: o pequeno Magnus. Ele sabe que Ragnar um dia dará as caras de novo e sabe que a criança será importantíssima nesse momento. Pronto, agora Ecbert tem tudo para começar a construir seu reinado duplo.

Enquanto Paris e Wessex vivem dias de fortes emoções, as coisas em Kattegat se mantém mornas e previsíveis. Harbard continua com aquele papo mole e cansativo, mas Aslaug — graças à sensatez do pequeno Sigurd — parece ter se cansado de todo o cinismo do homem, que ainda permanece nas sombras quando o assunto é quem ele realmente é.

[taq_review]

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

A Fazenda voltou e o que esperamos? Memes! Mas será que os novos memes superam estes??? Clique e assista agora.

Visitamos a Casa Warner com o tema Friends e mostramos tudo nesse vídeo.

Será que você sobreviveria em American Horror Story 1984? Assista ao vídeo e prepare-se para a nova temporada.

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER